A importância da campanha do Setembro Amarelo

O mês de setembro ficou conhecido ao longo dos anos, como o mês de prevenção ao suicídio, por conta da campanha Setembro Amarelo, que foi originada no ano de 1994, pela família de Mike Emme por conta de seu suicídio.

Por Iasmin Braga

A campanha se tornou de grande importância para despertar todos para se cuidarem psicologicamente, pois o suicídio está relacionado na maioria das vezes com transtornos mentais e também por múltiplos fatores de ordem biológica, psiquiátrica, psicológica e social. 

Durante o mês da campanha, foi questionado a alguns profissionais da área se a abordagem do tema poderia de alguma forma influenciar um aumento de mortes por fatores psicológicos, como por exemplo o suicídio, e todos os profissionais relataram que se há um aumento das mortes neste mês é devido ao fato das pessoas já estarem doentes e não por influência do tema.

O Doutor Felipe Fortes de Andrade, coordenador da Residência Médica de Psiquiatria do CHPB- Fhemig, relata diante do ponto de vista psiquiátrico que “há vários estudos que dizem que a gente sempre tem que perguntar sobre ideação suicida, ideação de morte aos pacientes, pois isso ajuda a prevenir, então a campanha não funcionaria como um gatilho e sim como um fator de proteção”.

O psicólogo Wagner José Ferreira, formado pela Universidade Presidente Antônio Carlos - UNIPAC, também destaca “campanhas de valorização de vida e de conscientização não devem ser confundidas com episódios em clusters ou aumentos de incidência do fenômeno. Pois que a campanha visa a que as pessoas sendo bem informadas sobre a doença possam optar pelo tratamento o quanto antes.”. 

E diz ainda que a divulgação da campanha é diferente de quando se divulga nas mídias o suicídio de celebridades ou de pessoas que morreram e isso se aproxima do efeito de Werther que mostra que na ausência de fatores de proteção, o suicídio publicizado serve como um gatilho para um próximo suicídio por uma pessoa suscetível.

 
 
O CVV – Centro de Valorização da Vida realiza apoio emocional e prevenção do suicídio, atendendo voluntária e gratuitamente todas as pessoas que querem e precisam conversar, sob total sigilo por telefone, email e chat 24 horas todos os dias. https://www.cvv.org.br/ 
 
 

Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: