Câmara aprova projeto que proíbe a privatização do SAS

Vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei de autoria do executivo que prevê a proibição da privatização do serviço de abastecimento de água do município de Barbacena. LEIA MAIS...

 

 

POLÍTICA BARBACENA

 

Câmara aprova projeto que proíbe a privatização do SAS

Na noite de quinta-feira, dia 26, com destacada presença de servidores do Serviço de Água e Saneamento de Barbacena (SAS), vereadores aprovaram por unanimidade o Projeto de Lei de autoria do executivo que prevê a proibição da privatização do serviço de abastecimento de água do município de Barbacena. Na terça-feira, dia 1º, o projeto volta ao plenário da Casa para segunda votação. Na próxima reunião será apresentada emenda que visa ampliar a defesa do SAS. Vereadores explicam que no projeto original só está explícita a proibição da privatização do serviço de abastecimento e a emenda irá estender a proibição para o serviço de esgotamento sanitário. “Da forma que o projeto foi apresentado o prefeito poderia privatizar o serviço de saneamento e isso não podemos permitir”, disseram na tribuna. O projeto está em tramitação e é um dos mais polêmicos da pauta. Segundo a Assessoria de Comunicação da Prefeitura, o prefeito Toninho Andrada enviou à Câmara Municipal proposta de emenda à Lei Orgânica do Município com a proibição de que os serviços e atividades do SAS sejam privatizados ou alvo de contratos de Parceria Público Privadas, as chamadas PPPs, de forma total ou parcial. “Faltava blindar o SAS contra a politicagem, os fofoqueiros e as pressões pela privatização ou a contratação de PPPs, e isso vamos fazer com a aprova- ção do projeto que enviamos à Câmara Municipal”, disse o prefeito Toninho Andrada. Ele afirmou que “o SAS é inegociável”, e que a oposição “se sente acuada com o bom trabalho que estamos realizando, e tentam de todas as formas tumultuar o bom ambiente que construímos, sempre pensando no pior e nas eleições. Nós estamos pensando na cidade e no que o SAS pode ofertar à população”.


Agência Expresso

 


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: