27
27/03/2019
444 New Articles

Publicidade

Vereadora Vânia Castro quer levantamento atualizado de mulheres barbacenenses com deficiência


 Vereadora Vânia Castro cobra um levantamento atualizado da quantidade de mulheres com deficiências em Barbacena para que sejam implementadas políticas públicas que dê a elas as condições ideal de participação em nossa sociedade. Saiba mais...

001 Vania03102019

O dia 8 de março transformou-se numa data de muitas manifestações, matérias na imprensa escrita-falada-televisiva, frases de impacto, fotos e mensagens via WhatsApp e através das redes sociais - que mobilizam uma enorme e considerável parte da sociedade. Seu significado porém, por vezes, fica esquecido e aquelas mensagens perdem um pouco de relevância frente ao seu verdadeiro sentido. Um incêndio numa fábrica em 1911, em que morreram 146 pessoas, sendo 129 mulheres foi um dos motivos que inflamaram a luta das mulheres por igualdade política e econômica na sociedade. Não importa a localização geográfica.

Representamos 51% da população brasileira e, numa época em que a inclusão e a igualdade estão sendo reivindicados, se realmente decidirmos considerar o dia 8 de março como um momento de reflexão, chegaremos à conclusão de que existem coisas que só cabe à mulher. E isso é inegável.

Lutamos por igualdade, mas não podemos nos esquecer de nossas atribuições como mães, formadoras de opiniões e instrumento de mudança da sociedade. E em se tratando do duro mas gratificante atribuição de ser mãe, ser mãe com deficiência nos leva a uma responsabilidade muito mais carregada de significados e desafios.

Em Barbacena existem 43.138 pessoas portadoras de deficiência auditiva, motora e visual - 50% a mais que em São João Del Rei, 36% a mais que em Conselheiro
Lafaiete e quase 3 vezes mais que em Santos Dumont, que são cidades da nossa Macrorregião. Quantas são mulheres? Mães? Filhas? Trabalhadoras? Cidadãs que lutam por igualdade e melhores condições para si mesmas e suas famílias?

Precisamos cobrar um levantamento das necessidades dessas mulheres especiais e, também, a implantação de políticas públicas.

Parabéns a nós Mulheres.


Via Jornal Expresso 


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: [email protected]







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.