Agenda especial da ALMG marca os 300 anos de Minas Gerais

Comemorações destacam força da história do Estado e seu potencial, mirando o futuro.

Minas que não é só do ouro. Minas da rica cultura, da resistência política, do diálogo e da moderação; e também da diversidade, da agricultura e pecuária, das start-ups, da ciência e da inovação tecnológica. O aniversário de 300 anos deste Estado tão peculiar é tema de uma agenda especial na Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG), neste fim de ano.

A programação comemorativa, elaborada pela Assembleia em parceria com outros órgãos e instituições públicas, destaca a importância histórica de Minas Gerais, ao mesmo tempo em que propõe uma reflexão sobre os desafios do presente e o futuro que se espera para os mineiros.

A primeira ação é o lançamento da segunda edição do livro Antônio Francisco Lisboa, o Aleijadinho: Artista Síntese, da historiadora Cristina Ávila e do fotógrafo Márcio Carvalho, nesta quarta-feira (18/11/20).

Em fotos e textos, o livro detalha a obra daquele que é considerado um dos gênios mineiros. A primeira edição foi lançada em 2014, também no dia 18 de novembro, data de morte de Aleijadinho, quando se comemora o Dia do Barroco Mineiro, instituído pela Lei 20.470, de 2012, criada na Assembleia, fruto de um projeto do ex-deputado Dinis Pinheiro.

Leia na íntegra


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: