Quatro anos sem iniciativa para dois meses de palanque eleitoral

Na sessão da Câmara do primeiro dia de setembro a vereadora Vânia Castro deixou clara sua insatisfação com o que ocorreu ao longo de quase 4 anos, escancarando que a prefeitura tem dinheiro para realizar muitas benfeitorias e não fez.

Na sessão da Câmara do primeiro dia de setembro a vereadora Vânia Castro deixou clara sua insatisfação com o que ocorreu ao longo de quase 4 anos, escancarando que a prefeitura tem dinheiro para realizar muitas benfeitorias e não fez.

Sua posição quanto à inércia da prefeitura vem sendo demonstrada há muito tempo, nas sessões, em suas redes sociais, em suas matérias neste veículo e nos portais de notícias on-line.

O ano passado a vereadora se posicionou fortemente contra o pedido de empréstimo e mobilizou a população, mesmo sem as transmissões ao vivo das sessões, que foram interrompidas numa época em que estavam sendo votados projetos importantes, como a reforma administrativa, o pedido de empréstimo e o orçamento anual.

"Nós, vereadores, somos muito cobrados pelo que a prefeitura não faz em questão de serviços para a população. Sim, fiscalizamos, mas para tomar qualquer atitude contra o prefeito é preciso ter maioria na Casa e isso, todos sabem, não existe, pois o que ocorre são muitos elogios para o prefeito na tribuna, defesa e justificativas para sua inoperância e aplausos à pouca eficácia na realização de benfeitorias para a cidade.

O ano passado as sessões ficaram fechadas somente para quem compareceu na Câmara pois as transmissões foram interrompidas: a maioria defendeu e aprovou uma reforma administrativa para os cargos comissionados que só serviu para aumentar os gastos do orçamento com a folha de pagamento; aprovaram o orçamento para 2020 com uma suplementação de 30% - o dobro recomendado pelo TCE e Ministério Público; e só não foi aprovado o pedido de empréstimo porque conseguimos mobilizar a população e alguns da bancada da maioria, por temor, recuaram o que levou o prefeito a retirar o projeto. 

Assim funciona a velha política, a do toma lá, dá cá. A sequência de fatos ocorrem nos bastidores e somente quem é leal à população, a seus próprios valores, possui ética e força para enfrentar que não sucumbi", desabafou Vânia Castro.

"Para saber como estão as finanças da cidade temos o portal Transparência pois a maioria dos requerimentos e ofícios não são respondidos e quando as informações chegam não são claras ou simplificadas. É difícil coletar os dados e leva tempo mas tenho feito esse trabalho e sei que  Barbacena está com um saldo positivo - são quase R$ 342 milhões que poderiam ter sido aplicados e proporcionado bem estar e qualidade de vida para a população há mais tempo e agora, quase no apagar das luzes, vislumbro a velha política em prática, com aplausos para serviços e pequenos reparos que já poderiam ter sido feitos há tempos e que servirão como palanque eleitoral para os oportunistas de plantão", finalizou a vereadora Vânia Castro.


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: