Prefeito de Alto Rio Doce é suspeito de agredir ex-mulher, filhos e ex-sogra

Segundo uma das vítimas, político de Alto Rio Doce invadiu a casa dela, deu soco em bebê de 1 ano e feriu o menino de 8 anos.

500O prefeito de Alto Rio Doce, a 57,1 km de Barbacena, é suspeito de agredir a ex-esposa, de 31 anos, os dois filhos do casal e a ex-sogra, de 63 anos. O político Victor de Paiva Lopes (MDB), de 36 anos, teria invadido a casa da vítima com quem já foi casado, na zona rural do município. Segundo a mulher, a briga começou depois que ela foi até a casa do prefeito para buscar os filhos, depois que soube que o ex-marido estava em uma festa, fazendo o uso de bebidas alcoólicas. Ela não queria que as crianças, de 1 e 8 anos, ficassem com o pai bêbado.

Irritado com a situação, Victor de Paiva Lopes (MDB) teria arrombado o portão da casa da ex-companheira usando uma caminhonete, quebrado a porta da cozinha e danificado objetos. Além disso, ele ainda teria ameaçado a vítima, dizendo que descarregaria a arma de fogo nela e nos dois filhos. A mãe da ex-mulher e as duas crianças também foram agredidas. A bebê levou um soco e o menino teve ferimentos nas pernas. Quando a Polícia Militar chegou ao local, o político havia fugido.

Segundo o irmão da mulher agredida, Fabiano Heleno Silva, o prefeito não voltou à cidade. "A gente teme ele voltar e querer fazer alguma maldade com a nossa família", diz o parente. A Prefeitura Municipal de Alto Rio Doce informou que, por enquanto, Victor de Paiva Lopes (MDB) não vai se manifestar sobre o assunto. A Polícia Civil investiga o caso.


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 

 







entre em contato pelo whatsapp