Polícia Civil prende homem suspeito de maus tratos a animais em Oliveira Fortes

O homem, de 57 anos, foi encontrado no local, junto com o veículo utilizado para abandonar os animais

A Polícia Civil prendeu, na última sexta-feira (14/5), um homem suspeito de ter praticado o crime de maus tratos a animais, no município de Oliveira Fortes.

Após receber denúncia de que o condutor de um veículo Corsa, de cor vermelha, havia abandonado pelo menos cinco cachorros na cidade de Oliveira Fortes, na parte da manhã, a equipe de policiais civis em Santos Dumont iniciou as investigações e conseguiu imagens de câmeras de segurança existentes no local, onde foi possível ver o momento em que o condutor do veículo abre a porta do carona do carro e começa a jogar os filhotes em plena via pública, fugindo em seguida.

As imagens rapidamente passaram a circular nas redes sociais, gerando uma revolta da população local.

Através das investigações, a equipe identificou o suspeito e encontrou seu provável endereço. O homem, de 57 anos, foi encontrado no local, junto com o veículo utilizado para abandonar os animais.

Na casa também foi encontrado mais um filhote que foi resgatado pela equipe.

Ao ser questionado sobre o fato, o suspeito confessou o crime, alegando que não sabia que não poderia agir de tal forma.

O delegado responsável pelo caso, Daniel Gomes, afirmou que “os cinco animais abandonados já foram encontrados e, juntamente com o animal resgatado na casa do suspeito, foram destinados a pessoas que se propuseram a adotá-los”.

O delegado informou ainda que com a publicação da Lei Sansão em setembro de 2020, o crime de maus tratos contra cães e gatos passou a prever uma pena de 2 a 5 anos de prisão, sem fiança por parte da autoridade policial.

O suspeito foi preso e encaminhado ao Sistema Prisional, onde permanecerá à disposição da Justiça.


Com informações da Assessoria de Comunicação da 13° Departamento de Polícia Civil


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: