21
21/09/2017

Mulheres que fazem a diferença no mercado segurador: Fabiana Tanamachi, executiva da AD Corretora de Seguros

Estudo, confiança e amor pelo que faz: esses são os motivos do sucesso dela. Leia mais...

PROFISSIONAL EM DESTAQUE

 

Mulheres que fazem a diferença no mercado segurador: Fabiana Tanamachi, executiva da AD Corretora de Seguros

Fabiana Tanamachi tem 36 anos de idade e é advogada. Ainda durante o primeiro ano da faculdade de Direito, ingressou no mercado segurador por meio de uma oportunidade de trabalho na área de Sinistros da AD Corretora de Seguros, onde consolidou sua carreira e permanece atuando, já com 16 anos de tempo de casa. Em busca de novos conhecimentos, atualmente Fabiana se prepara para se especializar em Direto do Seguro e em alguns ramos mais complexos, como Riscos de Engenharia.

Declarando amar o que faz, ela relata que, devido sua formação, se identificou com a área de seguros desde o primeiro momento. "A área de sinistro exige muita leitura de cláusula, senso crítico, análise, investigação de causa e consequência. Todas essas demandas despertaram minha vontade em conhecer cada vez mais as características do mercado de seguros. Parece que comecei ontem, pois, mesmo após todos esses anos, ainda sinto o mesmo prazer em realizar as minhas atividades diárias no trabalho.", garante.

Sempre disposta a aprender, Fabiana foi conquistando seu espaço no mercado de seguros ao demonstrar profundo conhecimento técnico, habilidade na condução dos processos e por prestar a devida atenção a cada sinistro. "O mercado está em constante mudança e temos que estar antenados em tudo. Gosto muito desse lado de investigação, de analisar dados e fatos, procurando entender o que ocorreu. Acredito que por ser uma pessoa com perfil racional, isso me ajuda bastante nessas análises", afirma.

Questionada se em sua trajetória profissional enfrentou algum desafio simplesmente por ser mulher, Fabiana diz que não se sente diferente pela questão de gênero e, talvez por isso, não se lembre de alguma situação que possa ter enfrentado por esse motivo. Ela apenas confirma que nota o fato das mulheres ainda serem minoria em cargo de gestão, em especial, no mercado segurador. "Já me encontrei várias vezes em reuniões sendo a única mulher, porém, nunca senti nenhuma desigualdade ou diferença de tratamento", destaca.

 

Apesar da minoria observada, Fabiana concorda que a presença da mulher no mercado segurador brasileiro vem crescendo aos poucos e o que determinará a conquista de mais espaço serão os resultados de um bom trabalho realizado. "Atuar com seguros não é de fácil entendimento, Por isso, independente se homem ou mulher, qualquer executivo da área de seguros precisa buscar conhecimento técnico. Somente assim é possível conquistar a segurança e credibilidade de fornecedores e clientes", avalia.


 

Carvalho Assessoria

Assessoria de imprensa AD Corretora de Seguros

 

Rodrigo Carvalho - Jornalista - MTB 55734 / Mestre em Comunicação e Especialista em Marketing

 Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página. 
Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (O endereço de e-mail address está sendo protegido de spambots. Você precisa ativar o JavaScript enabled para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho.


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br






O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.


Publicidade