Governo propõe a criação do Conselho Estadual de Cidadania LGBT

Projeto de Lei do Executivo foi protocolado nesta quarta-feira (28/6), na Assembleia Legislativa de Minas Gerais.



O governador Fernando Damata Pimentel enviou mensagem à Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) encaminhando o Projeto de Lei que cria o Conselho Estadual de Cidadania de Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis e Transexuais (CEC-LGBT). O anúncio foi feito nesta quarta-feira (28/6) pelo secretário de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania, Nilmário Miranda, durante audiência pública da Comissão de Direitos Humanos, realizada para marcar o Dia Internacional do Orgulho LGBT.

De acordo com o projeto, que precisa ser recebido em plenário, o CEC-LGBT integrará a estrutura orgânica da Secretaria de Estado de Direitos Humanos, Participação Social e Cidadania (S
EDPAC). Órgão de caráter consultivo, deliberativo e propositivo, o colegiado terá composição paritária entre o Poder Público e a sociedade civil.

O secretário Nilmário
de Miranda destaca que o Governo do Estado investe em ações direcionadas ao público LGBT e que o conselho terá uma atuação estratégica como instrumento de diálogo com a sociedade civil.

“O conselho coloca militância, comunidades e organizações da sociedade civil frente a frente com o Estado, em todas as suas dimensões, para discutir temas como Educação, Saúde, Cultura, Esportes, Segurança. Serão debatidos todos os segmentos que afetam a vida das pessoas LGBT”, disse o secretário.

O coordenador especial de Políticas de Diversidade Sexual da S
EDPAC, Douglas Estevão de Miranda, recorda que a criação desse espaço é demanda histórica dos movimentos sociais e foi um dos encaminhamentos tirados na 3ª Conferência Estadual de Políticas Públicas e Direitos Humanos LGBT, realizada em 2015.

“Em parceria com o movimento conseguimos avançar no debate e construir a proposta de forma coletiva e transversal dentro do Governo. Agora vamos acompanhar a tramitação na Assembleia. É fundamental assegurar o tratamento igualitário e o respeito aos direitos humanos, independentemente de orientação sexual, identidade de gênero e sexo”, afirmou o coordenador.

O CEC-LGBT será responsável por formular e propor diretrizes de ação governamental e políticas públicas que promovam a defesa, os direitos, a cidadania, a redução das desigualdades sociais, econômicas, financeiras, políticas e culturais, além do combate à discriminação e a ampliação do espaço de participação social da população LGBT no Estado.

Dia Orgulho LGBT

Para marcar o Dia Internacional do Orgulho LGBT, a SEDPAC articulou a iluminação de espaços simbólicos em Minas Gerais como o Estádio Mineirão, Auditório JK do Palácio Tiradentes e Espaço do Conhecimento UFMG, na Praça da Liberdade, que, na noite desta quarta-feira (28/6), ganharão as cores da bandeira arco-íris em apoio à pauta.


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 






Você vai gostar também



O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho.