19
19/04/2019

Publicidade

Empreendedorismo feminino cresce no país


O número tende a crescer cada vez mais. Leia Mais...

Mulher
Foto: Ilustração/Divulgação

As mulheres já são maioria nos empreendimentos iniciais, mas ainda existe muita informalidade no meio delas. Elas podem ser mães, com ou sem formação publicitária. Para algumas, a abertura de um negócio é a saída para obter renda, outras aproveitaram uma oportunidade do mercado.

Independente do motivo, o empreendedorismo feminino cresce no país segundo dados da pesquisa realizada pela GEM (Global Entrepreneurship Monitor) e divulgada pelo Sebrae-MS. Essas informações revelam que os empreendimentos iniciais têm maior participação de mulheres. Em 2017, a taxa de empreendedorismo inicial (que é a porcentagem da população brasileira de 18 a 64 anos que é empreendedor nascente, ou seja, está envolvido na estruturação de um negócio do qual será proprietário, ou novo) aponta que 20,7% compõe-se de mulheres e 19,9% de homens.

Em empresas já estabelecidas, eles ainda são a maioria. A taxa fica em 18,6% para o público masculino e 14,4% para o feminino. Os dados do Portal do Empreendedor confirmam e mostram os homens como maioria dos MEIs (microempreendedores individuais); no Mato Grosso do Sul, eles são 57.426, enquanto as mulheres somam 50.524. Entretanto, no Estado, o Sebrae observa que a participação feminina vem crescendo. A taxa aumentou de 33,44% no segundo trimestre de 2016 para 39,86% no mesmo período de 2018.

Qual é o perfil das empreendedoras?

Uma pesquisa promovida pela RME realizada com quase 1400 mulheres em 2016 traçou um perfil das empreendedoras no Brasil. A idade média delas é de 38,7 anos, 79% tem formação universitária, 61% é casada ou tem um companheiro e 55% tem filhos.

O principal motivo que as levam a abrir o próprio negócio é sumamente emocional. Trabalhar com o que gostam/realizar um sonho foi citado por 66% das entrevistadas. Flexibilidade de horário e ter uma renda maior foram mencionados por 52% e 40% respectivamente. Já, 35% delas indicaram ter encontrado uma oportunidade. Outra característica interessante é que essas mulheres que desejam empreender ou então, já são empresárias, são a maioria no que se refere a busca de especialização, qualificação e conhecimento.

 


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: [email protected]







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.