18
18/12/2017

Receitas de família valorizam a riqueza da gastronomia afetiva em festival


Em sua primeira edição, evento em Entre Rios de Minas, que acontece neste fim de semana com apoio do Governo do Estado, resgata tradições culinárias preservadas entre gerações. Saiba mais...

677 ReceitaNo filme infantil Ratatouille, o personagem francês Anton Ego, um exigente crítico gastronômico, tem um momento de deleite em que é transportado para seus tempos de criança após provar um cozido de legumes. A sensação, muito comum, reflete a forte relação entre comida, memória e afeto. Afinal, quem não tem um prato favorito ou a lembrança de algum sabor que marcou sua vida? São justamente estas receitas tradicionais e afetivas que o município de Entre Rios de Minas resgata no I Festival Gastronômico Receitas de Família, que acontece neste sábado e domingo (25 e 26/11).

O evento, que recebeu patrocínio da Companhia de Desenvolvimento Econômico de Minas Gerais (Codemig), será realizado na Praça Senador Ribeiro, no centro de Entre Rios de Minas. A cidade, localizada no Território Vertentes, está a 120 km de Belo Horizonte, e completa 304 anos de história, como sua vizinha São João del-Rei.

Cozinheiros e cozinheiras, guardiões de antigas receitas passadas de geração em geração, trarão pratos como “Carne de lata com mandioca”, “Feijão tropeiro mineiro”, “Umbigo de banana com linguiça de porco”, “Nhoque de batatas ao molho bolonhesa”, “Farofa da Crioula”, “Frango caipira ao molho pardo”, além de quitandas e doces que são sucesso na região. 

“Serão dez receitas da terra, que ressaltam nossa mineiridade e trazem estas comidas antigas, de tradição familiar, muitas delas feitas em fogão a lenha”, explica o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Turismo do município, Felipe Resende.

Para participar do evento, os cozinheiros passaram por uma consultoria com uma chef de cozinha, além de uma curta capacitação com noções de segurança alimentar.  

A dona de casa Silvane Messias, 43 anos, mora em Entre Rios de Minas desde que nasceu e traz um dos pratos mais inusitados do festival, o “Umbigo de banana com linguiça de porco”, que tem um ingrediente diferente. “É na ponta do cacho que está o umbigo de banana. Apesar de parecer um palmito, ele é muito mais saboroso, e é normalmente jogado fora”, relata.

Para Silvane, além do sabor único, a receita tem outros significados. “Quando pequena, ia com a mãe para a horta apanhar o umbigo de banana, depois a gente sentava ali mesmo para limpar e depois vinha a preparação do prato. Minha mãe faleceu há seis anos e eu e minha irmã mantivemos a tradição. Estou muito animada e espero que todos gostem”, diz. A linguiça de porco utilizada no prato também é totalmente artesanal. 

A empresária Jacqueline Rosa Azevedo, 46 anos, resolveu participar com um prato que leva carne de lata e mandioca. “Nasci na roça, a gente não tinha luz elétrica e nem condições de comprar carne todo dia, então se conservava a carne assim. É uma receita de infância, que minha avó e minha mãe faziam”, afirma.

Para dar o máximo de sabor ao prato, o porco caipira, que já foi cozido e frito, está na lata há 15 dias. “Quanto mais curtido, melhor fica. No dia, tiro a carne e passo na chapa, junto com a mandioca, que fica com o gostinho também. Fiz tudo bem rústico, do jeito que minha avó fazia. Nunca esqueci. Hoje essa receita é relíquia, ninguém faz, e para mim vale ouro”, afirma Jaqueline.

Durante o festival, também haverá apresentação de grupos culturais e apresentações artísticas locais, como Folia de Reis e a Dança do Velame, tradição da cidade. “Queremos valorizar o patrimônio local. Então, além de destacar a nossa cultura, os cozinheiros vão utilizar ingredientes adquiridos dos produtores rurais da cidade, potencializando a economia local. Estão todos muito envolvidos e animados”, conta o secretário  Resende.

As receitas de família irão disputar os títulos de “Melhor Receita de Família”, “Melhor História de Receita de Família” e “Melhor decoração de Barraca”, que serão decididos por três jurados convidados, de fora do município.

Dia 25 de novembro, sábado, às 17h, haverá a palestra "Conhecimento e preparo básico de alimentos", com o Chef Eraldo Pereira, e às 19h palestra "Construção do comer pensante" da Chef Renata Machado. No domingo, dia 26 de novembro, domingo, às 10h, a "Oficina de Culinária para as Crianças" da Chef Juliana Bonomo.

Todas as atividades são gratuitas e as inscrições par as palestras e oficina podem ser realizadas com antecedência no próprio Centro Cultural Ministro João Ribeiro. Mais informações pelo telefone (31) 3751-2310.

VEJA TAMBÉM:

Café & Negócios apresenta palestra “Cuide bem do seu estoque”

UNIPAC oferece workshop de Life Coaching

Com a chegada do grupo EPA-Mineirão, Barbacena lidera as contratações na região pelos dados do CAGED

Gastronomia mineira

Para incentivar, fomentar e valorizar a cadeia produtiva da gastronomia em Minas Gerais, segmento estratégico para o desenvolvimento econômico do estado, o governador Fernando Pimentel lançou, em maio deste ano, o programa +Gastronomia.

Na mesma data, foi criada a Casa da Gastronomia Mineira – Espaço Mineiraria, em Belo Horizonte, local destinado à promoção do setor. “Vamos valorizar e mostrar a importância econômica da gastronomia, além da evidente importância cultural e do carinho que, em Minas Gerais, significa a produção da comida, a produção dos nossos quitutes, daquilo que nos dá orgulho da nossa cozinha. É esta importância que vamos trabalhar aqui”, reforçou o governador na ocasião.

Em outubro, o Governo de Minas Gerais lançou, também como parte do +Gastronomia, o Mapa Gastronômico de Minas Gerais. Destinado aos turistas e operadores de viagens, o guia traz em seu conteúdo uma compilação das experiências gastronômicas do estado que são divididas, nesta primeira edição, em três eixos: festivais gastronômicos, visitas aos produtores locais e roteiros de gastronomia.

No Mapa estão catalogados mais de 150 festivais gastronômicos no estado, que acontecem anualmente, e mais de 120 atividades e estabelecimentos abertos à visitação dos turistas, para quem deseja conhecer de perto a rotina dos produtores rurais. Há ainda 27 roteiros gastronômicos registrados - tudo pensado para que o turista possa saborear, vivenciar e se apaixonar por Minas Gerais.

Imagem: Divulgação La Torre (ilustrativa)


0001 Franatos


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br






O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.