15
15/08/2018

Nova Zelândia testa jornada de trabalho de 4 dias e dá certo


Uma empresa na Nova Zelândia testou os benefícios que teria se seus funcionários trabalhassem apenas quatro dias por semana, em vez dos habituais cinco dias. Saiba mais...

007 FelizjobUma empresa na Nova Zelândia testou os benefícios que teria se seus funcionários trabalhassem apenas quatro dias por semana, em vez dos habituais cinco dias.

Perpetual Guardian é uma empresa da cidade Auckland, na Nova Zelândia, que gerencia bens e testamentos. Entre março e abril, eles lançaram um teste que concedeu aos seus 240 funcionários um dia extra remunerado, segundo o site Correio da Manhã.

Os funcionários foram pagos por uma semana de trabalho de cinco dias, mas só trabalharam de segunda à quinta-feira. Baseado em métricas que foram utilizadas por pesquisadores externos, o estudo demonstrou muitos benefícios.

Para começar, 78% dos funcionários relataram sentir-se capazes de administrar  seu equilíbrio entre vida pessoal e profissional, o que representa um aumento impressionante de 24% em relação a uma mesma pesquisa realizada anteriormente.

Os trabalhadores sentiram menos necessidade de verificar as mídias sociais e ficaram menos distraídos com projetos fora do trabalho. A equipe relatou sentir menos estresse e expressou mais satisfação com suas vidas. Os funcionários também mostraram-se mais produtivos, engajados, comprometidos e estimulados.

A empresa atualmente trabalha para implementar permanentemente a semana de trabalho de 4 dias, e espera que seu modelo inspire outros negócios na Nova Zelândia e em todo o mundo.

“Foi algo que eu pensei porque queria tentar criar um ambiente melhor para a minha equipe”, disse o CEO do Perpetual Guardian,

Que legal, não é? Tomara que muitos empresários também se inspirem com essa ideia e priorizem a qualidade de vida, em vez da dedicação exagerada ao trabalho.

Você conhece alguma iniciativa parecida aqui no Brasil? Deixe nos comentários, queremos muito saber!

Relacionado: Empresário contrata pessoas baseado na vontade de trabalhar e não no currículo

Crédito da foto: Pixabay – Informações: GNN e Correio da Manhã

0001 BqMais Mais

 

REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.