Crônica: Desvelamento, da autora Leandra Vital Souza

A publicação das crônicas do Laboratório de Escrita, do Instituto Curupira, sob orientação do professor Delton Mendes Francelino, é uma parceria pela valorização da escrita e da leitura em parceria com o BarbacenaMais. LEIA!!!

Crônica por Leandra Vital Souza [1]

Em uma manhã ensolarada de outono, Benedito desperta e, após uma noite tranquila de sono, abre a janela de seu quarto, constata o quanto o dia está lindo, agradece ao universo pela sua vida, por poder contemplar a beleza desse mundo, as conquistas como ser-humano. Logo, veste uma roupa e vai correr. Após praticar seu esporte, entra em uma padaria, compra várias coisas para preparar um caprichoso café da manhã. Já em casa, coa o café, improvisa uma bela mesa com várias guloseimas e vai tomar seu banho cantarolando.

Enquanto isso, do outro lado da parede do quarto de Bené, João acorda assustado, perguntando-se onde está. Quando entende que realmente é seu quarto, não acredita no que está ocorrendo: o homem mais estranho, excêntrico que já conheceu, acordou bem-humorado. Recordou que, embora já faça quase um ano que mora naquela casa, nunca tinha presenciado tal fato. Entretanto, seu espanto foi maior ao ver aquela mesa posta. Tudo que observa é inacreditável. De repente, avista Benedito vindo do corredor, trajando bermuda de moletom, tênis,blusa de malha e dizendo:

- Meu grande amigo João, tomemos café juntos, é bom que dialogamos um pouco.

João fica perplexo, não consegue entender o que está ocorrendo. Enquanto isso, sentado à mesa, Bené tagarela igual “matraca”, gesticulando. João finalmente lhe faz algumas perguntas:

- Está tudo bem com você? Porque não está vestido com seu terno cinza?

- Otimamente bem, meu caro, como todos os dias. Vi mesmo aquele terno, mas pensei que era pano de chão, de tão feio.

João não consegue conter o riso. Então, seu novo amigo falante e sociável, levanta da mesa e diz que precisa sair de casa, antes o abraça e o beija.

 Sozinho em casa, João lava a louça, pensando o que pode ter ocorrido com Benedito para estar tão diferente; recorda-se da conversa que teve com ele, por detrás da parede. O quanto aquele homem parecia estar aborrecido com seu modo de ser.

Sem ter nenhuma conclusão, João liga a televisão, meio que no automático, e vê, numa reportagem, que a comunidade científica comemora uma recente inovação bioquímica: pílulas que, ao serem ingeridas, permitem que tenhamos múltiplas personalidades. No plano de fundo do âncora da TV, uma foto de Benedito Vita Silvo está à mostra: seu parceiro de moradia fora um dos voluntários para participar desse experimento, que começou a ser testado 18 anos atrás. João sente uma vertigem...o chão some e cai desmaiado sobre o tapete da sala.

 


[1] aluna do projeto Laboratório de Escrita, do Instituto Curupira, sob orientação do professor Delton Mendes Francelino


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 






Você vai gostar também



O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página.
Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho.