19
19/10/2018

Mais um trabalho de George Loez: Tribo


 A Sensibilidade como fator primordial para enxergarmos o Indivíduo na sociedade.. Saiba mais...

32                                  Por mais que convivamos dia a dia, cada um tem sua vida e trajetória muito pessoal.

Indivíduos individuais!

E mesmo assim temos a mania de inventar histórias! Há sempre uma dedução sobre o outro!

Uma fofoca infundada!

Uma ridícula vontade de moldar o outro como somos, para que o outro caiba melhor dentro de nossas convicções tão pessoais!

As pessoas são interpretadas pela convivência diária e não por conclusões auditivas, não são músicas com letras e refrões enfáticos e pré estabelecidos!

A intimidade é a fotografia reveladora das verdades escondidas!

Sensitivos seres! Sentir ou não, descobrir quem é o outro, está muito além de qualquer vontade!

Impossível conclusão!

Mas quando estivermos mais puros, sentiremos sim, pois a sensibilidade e um óculos de grau no qual pode curar a visão míope da sociedade deturpada, que quer enxergar distorção em tudo!

Saibam que? Na verdade somos simplesmente experiências vividas e sentidas,modelados pelo tempo e só! Há uma etimologia estereotipada!

A igualdade muitas vezes nos aprisiona nos mesmos costumes, moldando numa coisa só!

Eu sei que tribos sempre existiram e sempre existirão, todas com seus costumes e crenças, lutando entre si para provar qual está com a razão sobre seus valores antepassados, prefiro ser nômade a vagar pelo mundo, do que pertencer a qualquer tipo de grupo com ideias restritas,morrendo a troco de nada!

29

TEXTO EXTRAÍDO DO LIVRO ESCULTOR DE FRASES,

DO ESCRITOR BARBACENENSE GEORGE LOEZ.

 

 


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: redacao@barbacenamais.com.br







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.