'Educação básica é cidadania', por Sérgio Cardoso Ayres

Artigo de Sérgio Cardoso Ayres publicado originalmente no Jornal Expresso de 24 de julho de 2020.

Por SÉRGIO CARDOSO AYRES* 

Educação, todos sabem e alguns só propagam quando é conveniente (adivinhem quem são estes!?), é o investimento mais rentável que existe no mundo capitalista, muito mais do que qualquer recurso rendendo juros numa instituição financeira ou aplicado em ações na bolsa de valores. Investir no ser humanoatravés da educação para que ele possa se desenvolver é lucro na certa. Não tem erro. Transformar a realidade das pessoas com conhecimento, informação, capacitação e ensino público de qualidade é o melhor agente financeiro que uma nação pode possuir. Nossa maior riqueza são as pessoas e não o capital rendendo milhões.

O caso do Fundo para Educação (Fundeb), quando o Congresso aprovou o dobro de gastos da União com a educação básica, que passou de 10% para 23%, numa derrota do Governo Bolsonaro, demonstra um pouco do bom senso de nossos políticos e dá um certo alento à sociedade civil. Um pouco e um certo, nada além disso. A educação básica de qualidade é um caminho que vai direto para o futuro de milhões de crianças neste país. Ensino superior é importante? Claro que é. Mas o ensino básico, como o próprio nome já diz, é fundamental.

É importante entender que os alunos de muitas escolas públicas da periferia de nossas cidades chegam a passar fome nos finais de semana. Qual o motivo? É que as escolas estão fechadas e não tem merenda. E daí? Daí que em suas casas não há comida suficiente para todos. Só isso – comida – já é suficiente para mais investimentos em educação – que no Brasil vem numa mistura de caderno, macarrão, livros e feijão.

Dessa forma, um governo que quer reduzir os investimentos em educação básica demonstra a importância que o país dá para seus filhos – nós, no caso. É raro elogiar os representantes do povo que votaram a favor do ensino brasileiro. Mas elogio! Já os que são contra, no caso o governo federal e seus correligionários, é melhor nem comentar..


*MEMBRO DA ACADEMIA BARBACENENSE DE LETRAS

Via Agência Expresso


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: