Título de Cidadão honorário será entregue ao Barbeiro mais antigo de Barbacena por relevantes serviços prestados

Barbeiro mais antigo de Barbacena, 'Seu' Lima irá receber o título de Cidadão Honorário de Barbacena através de indicação da vereadora Vânia Castro. Confira!  

Nas últimas sessões da Câmara Municipal, acompanhamos espantados aos questionamentos quanto ao título de Cidadão Honorário a ser concedido ao mais antigo barbeiro de Barbacena, senhor Florivaldo Ferreira Lima, que detém uma história de dedicação que vai muito além de sua barbearia. 

De acordo com o artigo 31 da Lei Orgânica do Município (1990) cabe à Câmara Municipal conceder até 3 (três) títulos de Cidadão Honorário, por ano, a pessoas que, reconhecidamente tenham prestado relevantes serviços ao Município , mediante decreto legislativo aprovado pelo voto de, no mínimo dois terços de seus membros, dentro das limitações do Regimento Interno da Câmara Municipal. (Acrescenta texto pela Emenda Constitucional 007/92). Quando a proposta, de autoria da vereadora Vânia Castro, entrou em primeira discussão e votação, na sessão do dia 20 de abril, o vereador Amarílio Andrade preferiu abster-se uma vez que acreditava não haver nenhuma qualificação para que o indicado recebesse o título, baseando-se na justificativa apresentada naquele momento e também no Decreto 4.039 de 2007 - que regulamenta a concessão de homenagens prestadas pela Câmara Municipal. Amarílio alegou tratar-se somente de ‘um barbeiro’ e por acreditar que não haveria nenhuma outra qualificação preferia cumprir a Lei, sem no entanto, solicitar nenhuma outra informação adicional quanto ao futuro homenageado. 

Após pedir vista para complementar as informações, a vereadora Vânia Castro descerrou um currículo invejável na sessão de 02 de maio, quando a proposta foi colocada em Segunda discussão para votação, demonstrando na tirbuma, os inúmeros feitos em prol da sociedade barbacenense. O senhor Lima é provedor e vice-provedor nos últimos 22 anos da Irmandade Nosso Senhor dos Passos, do Santuário da Piedade; um dos idealizadores do Natal dos pobres; colaborador da Associação Mary Jane Wilson, com fins assis-tências, com sede no bairro Santo Antônio; colaborador da conferência do bairro Santa Luzia que faz doações às pessoas de baixa renda; idealizador e participante da montagem da Semana Santa do Santuário da Piedade; realiza doações de cesta e presta serviços gratuitos de barbeiros a pessoas de baixa renda. 

A proposta recebeu parecer favorável de Comissão composta por Carlos Du, Joanna Bias Fortes e Milton Roman, tendo sido veementemente defendida pelos vereadores Carlos Du, Thiago Martins, e Flávio Maluf nas duas discussões, assim como dos vereadores Pastor Ewerton, Wilton Tererê, Jorge Emídio, e do vereador Amarílio após reconhecer a relevância dos serviços prestados pelo indicado. Ao final da Segunda discussão foi aprovada tendo somente o voto contrário do vereador José Newton. 

É a primeira vez que a vereadora Vânia Castro indica o nome de uma personalidade para homenagear com o título de Cidadão Honorário. Em defesa da indicação a vereadora esclareceu: “Vivemos tempos difíceis em que diariamente somos bombardeados com notícias de crimes do colarinho branco praticados por homens acima de qualquer suspeita, que ocupam cargos em que deveriam lutar pela defesa dos direitos e bem estar do cidadão, porém demonstram ser grandes criminosos, não nos deixando nenhum exemplo de dignidade, ética ou comprometimento a ser utilizado como referência. Meu objetivo é despertar o sentimento de que o homem comum merece toda a claridade do luzeiro pois também faz história, não por seus feitos extraordinários relatados em verso e prosa, mas por sua capacidade de deixar um legado e demonstrar aos demais cidadãos que é possível fazer a diferença, e muitas vezes, essa diferença é maior do que aquela deixada por quem vive engravatado”.

Os vereadores Amarílio e José Newton foram contrários, sendo que o primeiro alterou seu posicionamento após conhecimento do currículo do homenageado e o segundo manteve-se contrário, votando contra.

Os vereadores Carlos Du, Thiago Martins, Flávio Maluf e Pastor Ewerton defenderam veementemente o projeto nas duas discussões.


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: