fbpx

Fundação João XXIII arrecada brinquedos para o "Natal Pastoral"

Gente que Faz

Fundação é mantenedora de casas de acolhida que ajudam crianças desde o nascimento até os 14 anos. Brinquedos podem ser deixados na sede da Fundação, ao lado da Matriz de Nossa Senhora da Piedade. Saiba Mais...


Festa de Natal da Fundação João XXIII em 2017/Foto: Divulgação

A Fundação João XXIII, mantenedora jurídica da Pastoral da Criança e do Adolescente, está fazendo uma arrecadação de brinquedos para o “Natal Pastoral”. A Fundação tem casas de Acolhida em diversos bairros carentes da cidade e atende meninas e meninos desde o ventre materno até os seis anos de idade, com visitas, pesagens e encontros de gestantes. As casas também recebem crianças de seis a 14 anos, em situação de risco, encaminhadas pelo Conselho Tutelar, Promotoria Pública, Juizado da Infância e Adolescência e pelas lideranças ligadas a Fundação que atuam nestes lugares.

As Casas de Acolhida oferecem atividades como reforço escolar, capoeira, artes marciais, informática, aulas de violão, artesanato e atividades religiosas. Apesar da participar de todos os conselhos municipais, as casas atuam somente com doações de padrinhos e apoiadores, sem ajuda do Poder Público. Quando completos os 14 anos, as crianças são inseridas no Projeto Adolescente Aprendiz, no curso de auxiliar de escritório em diversas empresas da cidade, trabalham quatro horas e recebem meio salário.

Os brinquedos doados podem ser deixados na sede da Fundação, que fica na Rua Vigário Brito, número 26, Centro, ao lado da Matriz de Nossa Senhora da Piedade. A Fundação João XXIII existe há mais de 50 anos no município e sempre auxiliou famílias mais necessitadas.

Festa de Natal da Fundação João XXIII em 2017/Foto: Divulgação
Festa de Natal da Fundação João XXIII em 2017/Foto: Divulgação
Festa de Natal da Fundação João XXIII em 2017/Foto: Divulgação
Festa de Natal da Fundação João XXIII em 2017/Foto: Divulgação
Imprimir

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 


MAIS LIDAS:




Nos siga noGoogle News