fbpx

Um dia de cada vez: a vitória de Júnior sobre as drogas

Tem histórias que a gente tem a satisfação de poder contar. Histórias que nos inspiram e que mostram que tudo é possível para quem tem fé e força de vontade. Narro aqui um pedacinho da história do Júnior do Sovon´s que vai lançar nas próximas semanas o livro "Um Dia de Cada Vez!". 

 

Anos 80 e 90 em Barbacena. Ele era de todos os jovens da cidade o mais bem sucedido, o mais paquerado, invejado, querido. A lanchonete de seu pai, ponto preferido para reunir jovens e adolescentes da cidade, marcou época na história de Barbacena, o Sovon´s. Júnior se graduou em Administração de Empresas, foi o primeiro de sua geração a ter um Escort vermelho XR3 de teto solar,  tinha pick-up cabine dupla, sítio, dinheiro, fama, amizades mil, contatos e a namorava a moça mais bonita da região. Ele era O CARA.

E um cara de tanto sucesso assim pode ser tornar uma presa vulnerável para as drogas.

Começou consumindo pouco, socialmente, e depois foi evoluindo da maconha para a cocaína, até que numa situação atípica foi preso em Juiz de Fora juntamente com três amigos  sob a  acusação de tráfico de drogas. Ficou preso em Lafaiete por um bom período e depois liberado. Não era traficante, era usuário. Depois da prisão, e da morte do pai os negócios foram decaindo, e ele foi se envolvendo cada vez mais e mais até chegar ao fundo de um poço de onde julgava não ter mais volta, viciou-se no crack.

Passou anos longe de Barbacena, uma vida sofrida, um mulambo de gente que nem de longe fazia menção ao homem que já havia sido em sua cidade natal. Quando voltou, as pessoas se assustavam com ele vagando pelas ruas tal como um indigente, contanto com o apoio que ainda tinha da família, mas não aceitando os conselhos e nem os tratamentos para se ver livre da droga.

Jamais sendo desleixado pelos amigos verdadeiros, mas se opondo a qualquer tratamento que o levasse para longe das drogas, as mãos de uma amiga que o levou para sua casa e o encaminhou para uma igreja, o fizeram reconhecer em si uma pessoa que ainda tinha muitas possibilidades, e foi assim, levado pelo apoio de uma amiga e pela fé em Deus que José Celso do Carmo Júnior, o Júnior do Sovon´s, vem se reconstruindo, um dia de cada vez.

A HISTÓRIA QUE VIROU EXEMPLO

Numa daquelas já conhecidas palestras do Juiz Gamonal que reúne empresários de bares e boates, pais e adolescentes que foram pegos bebendo ou usando drogas, o médico Rodrigo Santos Almeida, contemporâneo e amigo do Júnior, cita o exemplo dele como o que a droga faz com o indivíduo. Rodrigo conta que na sua adolescência era o amigo Júnior quem lhe emprestava o famoso Escort XR3 para que ele pudesse dar uns passeios com os amigos, e assim chamar a atenção das meninas de sua época. Então Rodrigo estava ali, um médico formado e reconhecido, e aquele que lhe emprestava o carrão para suas paqueras estava nas ruas, vivendo sua dura realidade nas drogas. E Rodrigo alertava, ‘Vejam neste exemplo o que vocês querem para as suas vidas: se tornarem profissionais bem sucedidos, formar uma família cheia de amor, ou perambular pelas ruas em busca de drogas”. Duro exemplo. Todos aqueles que estavam naquela palestra se engasgaram com o exemplo de Júnior. Tão real, tão perto de todos nós.

A CAMINHADA

Júnior teve um caminho difícil durante este tempo em que buscou a sua reabilitação. Com o apoio de poucos e verdadeiros amigos, e acima de tudo de sua Igreja, ele já está há mais de um ano vivendo um dia de cada vez. Vive com o apoio de sua família que mensalmente remete recursos para que ele se alimente e se cuide, das contribuições que recebe pelas ruas da cidade com a venda de seu CD (lançado com apoio de velhos e novos amigos) e das pessoas que simpatizam com sua música, que ele toca num violão que lhe foi presenteado pelo amigo Jairzinho Barraca.

Candidatou-se ao cargo de vereador, embora não tenha tido êxito; mas continua com a cabeça cheia de projetos, e um deles, que ele acha fundamental para devolver à sociedade um pouco do apoio que vem recebendo de diferentes frentes, foi contar num livro como tem sido a sua luta para se livrar das drogas, uma espécie de manual onde ele relata as dificuldades que um usuário passa e como uma a uma ele as vem superando. Fala que é possível sair do fundo do poço, como se deixar influenciar positivamente pelas palavras da família e dos amigos, como superar as tentações e a importância de se guiar pela palavra de Deus.

O LIVRO

Este projeto tornou-se o livro “Um Dia de Cada Vez”, que fala das experiências de sucesso de Júnior em sua reabilitação como num manual dos medos, das dificuldades, das tentações, e de como enfrentá-los, mas, acima de tudo, é um livro para ajudar tantos outros que se vêem enfraquecidos e viciados no álcool ou nas drogas, para que estas pessoas possam se ver na trajetória de Júnior e ter a certeza de que existe  sim  o caminho da reabilitação, e que todos podem conseguir.

A VIABILIZAÇÃO DO PROJETO

Novamente, com seu violão, seu carisma, Júnior rodou a cidade pedindo apoio para seu projeto, e nesta semana me enviou uma mensagem: “Amiga. Consegui. Já tenho a verba para publicar meu livro.” Foram empresas, amigos, desconhecidos, simpatizantes, religiosos. Foram muitos os que se uniram à sua causa e vão tornar realidade este projeto.

Das moedinhas, das notas de R$1, R$2, R$5, recolhidas em sua caixinha de doações, da lista assinada por amigos, do incentivo através de palavras e torcidas, o Júnior do Sovon´s hoje pode não ser mais aquele rapaz cheio de vida e futuro que todos achavam, mas com certeza, sua missão o torna uma pessoa da qual devemos nos orgulhar, que chegou sim até o fundo do poço, mas vem lutando diariamente contra seus maiores inimigos, e todos os dias se levanta com um propósito que não tem como sujeito apenas si mesmo, mas ele acorda buscando a sua superação pessoal e uma forma de tornar sua trajetória um exemplo de como vencer as drogas e as fraquezas pessoais de cada um.

Em breve estaremos anunciando aqui no BarbacenaMais o lançamento do livro “Um dia de cada vez”, de autoria de José Celso do Carmo Júnior, que será publicado pela Editora Cidade de Barbacena.

♦♦♦♦♦♦♦♦

Por Kátia Cilene


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 







 

entre em contato pelo whatsapp