fbpx

Pela ponte

Texto extraído do livro Escultor de Frases, do escritor barbacenense George Loez. Leia mais...

EM DESTAQUE

Pela ponte

Olhava a distância à princípio, não ousava ir, só muito tempo depois fui acostumando! Sempre tememos aquilo que desconhecemos, é esta uma espécie de proteção natural e perfeitamente benéfica! Pelo tamanho me assustava, talvez pela gigantesca proporção em que apresentava! Hesite muito a chegar perto, e não tive vergonha de admitir minha covardia, as vezes e preciso coragem para isto! E que a necessidade do encontro estava gritante, aquela grandiosa vontade de ir além, notei que para ir ao encontro não é preciso caminhar muito, pode-se deixar aproximar! Irrefutável verdade, quando percebi por experiência própria! Então fui! O que de longe parecia desproporcional, de perto não era tão grande assim, na verdade bem à contrário disto! Me deu um certo alívio uma espécie de conforto em perceber, posso descrever esta ideia pela profundidade íntima que se encontrava, suspender exigiria um esforço enorme e desnecessário, não e uma água potável para qualquer um, poucos retiram deste poço profundo e desconhecido ,muitas das vezes parece ter um gosto amargo para quem bebe, depende muito do paladar de cada um ao absorver! Quando resolvi atravessar senti uma tontura, pela profundidade vista ao redor, era de dar vertigens a qualquer um que vivia como eu temeroso a cada passo dado! Pelo meu jeito de ver, não haveria quem se aventurasse a aproximar da borda. O mais importante é que comecei a atravessar, quando percebi já estava do outro lado, de encontro com o outro. Foi o momento que dei as mãos e convidei para voltar comigo, onde a intimidade se encontrava! Neste mesmo ínterim levei um susto, pois o que me parecia estreito, ao retornar notei que era largo demais, acho que a primeira impressão foi pelo simples fato de que antes eu me encontrava só! O que eu via era uma questão de ótica e nada mais, e como não percebi, pois eu mesmo havia construído e não tinha me dado conta disto. Hoje tenho contato com os dois extremos, e muita gente vem e muitas vezes vou de encontro a eles, não tenho medo do abismo que antes enxergava, agora sou feliz por passar a enfrentar o medo de confrontar com outras verdades que não sejam as minhas. Hoje muitos vem e vão, caminham naturalmente, pela ponte, esta que eu mesmo construí para me retirar da zona desconfortável onde me encontrava, não poderia continuar vivendo assim, com aquele abismo enorme entorno de mim!


 

Texto extraído do livro Escultor de Frases, do escritor barbacenense George Loez.

 Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 







 

entre em contato pelo whatsapp