fbpx

Antônio-carlenses brilham em etapa paralímpica do JEMG

Três alunos da Escola Estadual Junto ao Centro Educacional Lima Duarte em Antônio Carlos, conquistaram 09 medalhas na etapa Paralímpica Estadual dos Jogos Estudantis de Minas Gerais (JEMG), realizado no dia 12/07, na cidade de Lavras, sendo 08 medalhas de ouro e 01 de prata. Leia mais...

EM DESTAQUE

 

Antônio-carlenses brilham em etapa paralímpica do JEMG

Três alunos da Escola Estadual Junto ao Centro Educacional Lima Duarte em Antônio Carlos, conquistaram 09 medalhas na etapa Paralímpica Estadual dos Jogos Estudantis de Minas Gerais (JEMG), realizado no dia 12/07, na cidade de Lavras, sendo 08 medalhas de ouro e 01 de prata.

Os Jogos Escolares de Minas Gerais JEMG/2016 é o maior e o mais importante Programa esportivo-social de Minas Gerais e faz parte do Programa Estruturador do Governo do Estado. É uma competição esportiva-educacional, podendo participar as escolas públicas e particulares com alunos-atletas do ensino fundamental e médio, dos 853 municípios. Os Jogos acontecem em quatro etapas, em dois módulos. Módulo I, com alunos de 12 a 14 anos e o Módulo II, de 15 a 17 anos. A medalhista paraolímpica, Vitória Aparecida Alves (15 anos) portadora de deficiência física, conquistou 03 medalhas de ouro nas competições; salto em distância, lançamento de dados e corrida de 100 metros. “Eu achei que no começo, eu não ia conquistar nenhuma medalha devido à grande quantidade de atletas que concorriam junto comigo. Quando eu conquistei a primeira medalha, chorei de tanta emoção e isso me motivou a conquistar as outras duas medalhas de ouro”, disse Vitória.

Para Yuri César Guimuzz (14 anos), deficiente auditivo, “foi uma grande alegria poder participar do JEMG. O apoio da Escola foi muito importante pra mim, especialmente, o grande incentivo que recebi do professor Manoelzinho”, disse.

Yuri totalizou 03 medalhas de ouro noS jogos de Dados, corrida dos 400 metros e arremesso de peso.

João Henriques Bernardes (15 anos), também portador de deficiência auditiva, conquistou medalha de prata nos jogos de dados e medalhas de ouro na corrida dos 100 metros e no salto em distância. “A experiência em participar de uma competição da importância do JEMG, me motivou a estar participando em outras competições dentro e fora da escola,” revelou João Henriques.

 

Para o coordenador do JEMG em Antônio Carlos, Manoel Rettore, a participação dos jovens atletas é muito importante, “a nossa escola desempenha fundamental papel inclusivo, incentivando estes e outros jovens a participarem de forma igualitária de todas as atividades que desenvolvemos. A conquista dessas medalhas é o reflexo do grande esforço dos alunos que se disponibilizaram para vir treinar na escola em horários diferenciados abrindo mão dos seus momentos de lazer e com os seus familiares”, destacou.


Januário Basílio para Agência Expresso

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho

 


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 







 

entre em contato pelo whatsapp