fbpx

Psicoterapia reencarnacionista: uma nova maneira de encarar e resolver os conflitos

O tratamento é realizado na forma tradicional, no consultório, e tem como uma de suas ferramentas principais a regressão terapêutica. Leia mais...

EM DESTAQUE

 

Psicoterapia reencarnacionista: uma nova maneira de encarar e resolver os conflitos

A psicoterapia reencarnacionista, também conhecida pela sigla P.R., é uma nova escola psicológica que propõe a fusão dos fundamentos da psicoterapia e da reencarnação. O tratamento é realizado na forma tradicional, no consultório, e tem como uma de suas ferramentas principais a regressão terapêutica. A chamada regressão é o acesso a vidas passadas, fazendo emergir do nosso inconsciente espiritual conteúdos, na maioria das vezes, traumáticos e dolorosos que estão tendo ressonâncias ou interferências na nossa vida atual, os quais provocam a maioria das neuroses e desajustes emocionais.

Em 2004 a ABPR (Associação Brasileira de Psicoterapia Reencarnacionista) foi fundada na cidade de Porto Alegre pelo médico homeopata Mauro Kwitko, que é também autor de vários livros sobre o novo método terapêutico. O Psicoterapeuta Reencarnacionista Luís Henrique Trindade, formado pela ABPR, está atuando neste novo tratamento em Barbacena, já há sete anos, colhendo bons e interessantes frutos. Em entrevista ao Barbacena Mais, o psicoterapeuta fala um pouco mais sobre esse tratamento.

BarbacenaMais: Fale sobre as diferenças entre a terapia convencional e a reecarnacionista.

Luís: A psicoterapia reencarnacionista trabalha com a “Personalidade Congênita”, já nascemos com ela, de outras vidas. A psicoterapia reencarnacionista acontece e se estrutura em cima do postulado de que a grande maioria dos nossos problemas advém de vidas anteriores. A psicologia atual, herdeira da concepção não-reencarnacionista, restringe o seu campo de ação à uma vida apenas, a atual. Portanto trabalha com um conceito limitado que é a “Formação da Personalidade” numa existência apenas.

 

B.: Existe uma diferença no tempo da melhora dos pacientes comparado as terapias convencionais?

Luís: Comparando com as terapias convencionais, a melhora é bastante rápida. Através da regressão, o paciente acessa as causas que geraram os distúrbios e desliga-se destas experiências dolorosas.

B.: O paciente fica consciente durante o tratamento?

Luís: Sim. Toda a regressão é feita conscientemente. Relaxa-se o paciente, e em seguida o induz a uma elevação de consciência, durante a qual acontece o processo regressivo. Ao término da regressão o paciente lembra exatamente de tudo.

B.: Fale sobre o aproveitamento da encarnação no contexto da P.R.

Luís: A P.R. é um tratamento de alguns meses que lida com a finalidade e o aproveitamento da encarnação, e tem como objetivo nos ajudar a recordar qual a nossa proposta de reforma íntima. Em suma, é nos livrarmos dos defeitos e imperfeições, é trabalharmos para que nos tornemos seres humanos melhores em todos os sentidos. Enfim, seres felizes e resolvidos.

B.: Alguns espíritas possuem ressalvas com relação à regressão. Qual a sua sua opinião sobre?

 

Luís: Acho que é fruto do desconhecimento sobre a regressão como processo terapêutico. No Livro dos Espíritos, faz-se uma abordagem sobre a lei do esquecimento. Se não lembramos é porque as situações vividas em vidas passadas, devem ser esquecidas mesmo, para que nosso processo evolutivo não seja prejudicado. A Lei do esquecimento é fato. Só que a regressão não é um tour pelas vidas passadas. Você acessa, apenas, as situações traumáticas vividas em determinados períodos de vidas passadas, que estão provocando ressonâncias na vida atual, prejudicando seu desenvolvimento, trazendo desarmonia e desajustes emocionais, que te impedem de viver, hoje, com equilíbrio, saúde e alegria.


 

Luíz Henrique Trindade 

 

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 







 

entre em contato pelo whatsapp