fbpx

Espaço de acolhimento social para jovens busca parcerias

Casa de Acolhida do bairro Nove de Março recebe 53 jovens por dia com alimentação e atividades educacionais. Leia mais...

SOLIDARIEDADE

 

Espaço de acolhimento social para jovens busca parcerias

A vulnerabilidade social é um dos principais adversários da inclusão de jovens na sociedade. Fragilizados econômica e emocionalmente, a maioria desses jovens anseia pela oportunidade de modificar uma trajetória que se desenha idêntica a milhares de brasileiros: a ausência de cidadania. Buscando mudar esse quadro, a Fundação João XXIII e a Pastoral da Criança e do Menor mantêm em atividade em Barbacena cinco espaços em que a formação ética, social, pedagógica e espiritual é a base principal num contexto de convivência familiar, partilha e auxílio mútuo. Tratam-se das Casas de Acolhida, mantidas pela Arquidiocese de Mariana, que funcionam nos bairros Nove de Março, João Paulo II, São Francisco, Santa Luzia e Nossa Senhora Aparecida. A Fundação, criada por Dom Luciano Mendes de Almeida em 1998 e que tem atualmente à frente Dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Mariana, mantém outros espaços semelhantes em várias cidades mineiras.

As cinco Casas de Acolhida em Barbacena atendem a cerca de 300 educandos, entre crianças e adolescentes, que recebem alimentação balanceada, almoço e lanche, reforço escolar e atividades culturais das 8h às 16h. São seis oficinas diferentes para os participantes: capoeira, arte e cultura, orientação social, inclusão digital, leitura e dança, que são ministradas por oficineiros voluntários. Além dessas atividades, as Casas também oferecem orientação às famílias. “Atuando em comunidades carentes onde é alto o índice de violência devido à ausência de políticas públicas, a Fundação João XXIII/Pastoral do Menor realiza um trabalho sério e de qualidade como compromisso de favorecer a transformação da realidade”, disse Dom Geraldo Lyrio da Rocha.

 

Recentemente foi criado um grupo de trabalho em Barbacena para buscar parcerias que possam favorecer a Casa de Acolhida do bairro Nove de Março. O grupo, formado por voluntários de vários segmentos da sociedade, entre outros programas de fomento, programou para este mês de junho um evento com empresários visando implementar novos serviços na Casa que funciona no bairro. “A Fundação João XXIII precisa do apoio de parceiros, entre voluntários e empresários da cidade que se comprometem com a questão social. Estamos convidando a todos para um encontro onde serão apresentados de forma detalhada os trabalhos desenvolvidos em Barbacena com o objetivo de firmar novas parcerias”, finalizou o arcebispo. O encontro acontece dia 15 de junho, às 9h, no edifício Padre Alvim Barroso, à rua Vigário Brito. 


 

Foto: Talita de Paula

Jovens realizando atividades na Casa de Acolhida do bairro Nove de Março

 

Sérgio Ayres

Este trecho é parte de conteúdo que pode ser compartilhado utilizando o link http://www.barbacenamais.com.br ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do BarbacenaMais estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não reproduza o conteúdo do portal em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso, sem autorização do BarbacenaMais (Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.). Essas regras têm como objetivo proteger o investimento que o BarbacenaMais faz na qualidade de seu trabalho


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail:

 







 

entre em contato pelo whatsapp