27
27/03/2019

Publicidade

Concurso internacional de cartas encerra suas inscrições nesta semana


O prazo para inscrições termina na próxima sexta, dia 15 de março. Saiba mais...

Redao
Foto:pixabay

Ainda dá tempo de participar do 48° Concurso Internacional de Redação de Cartas, mas é preciso se apressar. O prazo para inscrições termina no dia 15 de março. O concurso, promovido em todo o mundo pela União Postal Universal (UPU) e realizado no Brasil pelos Correios, tem como objetivo incentivar a expressão da criatividade e o aprimoramento dos conhecimentos linguísticos de crianças e adolescentes.

O tema desta edição é “Escreva uma carta sobre o seu herói”. Podem participar estudantes de até 15 anos matriculados na rede pública ou privada de ensino. As redações devem ser em formato de carta, escritas à mão, usando caneta esferográfica preta ou azul e conter no máximo 900 palavras. O estudante interessado em participar deve passar por uma seleção prévia em sua escola. Cada escola pode inscrever no máximo duas redações.

Os três primeiros colocados na fase estadual e as respectivas escolas recebem prêmios em dinheiro. A melhor redação de cada Estado segue para a fase nacional. O vencedor dessa etapa, além de receber troféu e R$ 5.000,00, representará o Brasil na fase internacional. A escola receberá o valor de R$ 10.000,00.

Vitórias - O concurso é uma das ações de responsabilidade social desenvolvidas pelos Correios. O Brasil já venceu a fase internacional do concurso, que acontece desde 1972, em três edições, sendo o segundo colocado em número de vitórias, atrás apenas da China, que tem cinco medalhas de ouro. O regulamento completo do concurso, a ficha de inscrição e o formulário de redação estão disponíveis no site dos Correios, no endereço http://www.correios.com.br/sobre-correios/sustentabilidade/vertente-social/concurso-internacional-de-redacao-de-cartas

Informações da Coordenação de Comunicação - MG / GCIN / DCORE

REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: [email protected]







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.