Hospital Ibiapaba CEBAMS entrega as obras físicas do Centro Oncológico

Após quatro anos de minuciosas obras, nesta quinta-feira (10) o Hospital Ibiapaba CEBAMS entregou as obras físicas do Centro Oncológico Ibiapaba CEBAMS (COIC).

Após quatro anos de minuciosas obras, nesta quinta-feira (10) o Hospital Ibiapaba CEBAMS entregou as obras físicas do Centro Oncológico Ibiapaba CEBAMS (COIC). O local realizará o tratamento da radioterapia, fundamental na luta contra o câncer e que hoje não é feito em Barbacena. O Centro Oncológico do Hospital Ibiapaba CEBAMS é um espaço moderno, com equipamentos de última geração (incluindo o acelerador linear, aparelho responsável pela radioterapia), que proporcionarão atendimento de qualidade, segurança e humanizado aos pacientes usuários do SUS.


Sobre a cerimônia


Devido à pandemia de COVID-19, apenas pessoas diretamente envolvidas na obra participaram de forma presencial da cerimônia. O evento foi transmitido no site do Hospital Ibiapaba CEBAMS.

Anfitrião da tarde, o Diretor-Presidente do CEBAMS, Dr. Osmar Bello, participou da cerimônia por vídeo. Em sua mensagem, Bello explicitou a importância do COIC para os pacientes com câncer:

"Os pacientes portadores de câncer não mais serão deslocados para outros centros para se submeter à radioterapia, evitando assim transtornos físicos e psicológicos".
Já a Secretária de Saúde de Barbacena, Marcilene Dornelas, elucidou em seu discurso a longa trajetória da obra do COIC.

"Um projeto de saúde tem que ter continuidade, independente de quem começou. Nossa gestão deu continuidade a um projeto iniciado na gestão do Dr. Orleans [José Orleans da Costa, ex-secretário de saúde de Barbacena], do Toninho Andrada [ex-prefeito de Barbacena], e agora estamos entregando esta obra. Agora, é responsabilidade do prefeito eleito dar continuidade a este trabalho e realizar a operacionalização deste espaço".

Deputado Federal responsável pela subvenção do acelerador linear, Reginaldo Lopes diz que a participação popular foi fundamental na obtenção do aparelho para o Hospital Ibiapaba CEBAMS.

"Esta obra é um esforço coletivo das forças políticas de toda a região e da sociedade, que através da APPC e do Hospital, se mobilizou para obter a radioterapia em Barbacena. O abaixo-assinado feito pela APPC mostra que, quando há mobilização da sociedade, tudo é possível. É importante que neste momento reconheçamos as pessoas que ajudaram para que este momento chegasse".

O diretor técnico e membro do Comitê Gestor do Hospital Ibiapaba CEBAMS, Dr. Júlio César de Andrade, destacou os benefícios do novo espaço para o tratamento do câncer:
"Além do benefício em termos do avanço da medicina de Barbacena, que sempre está na vanguarda, o benefício social e humano às pessoas que, futuramente serão atendidas por este serviço, não tem preço". 

Encerrando as falas, o prefeito de Barbacena, Luis Álvaro Abrantes, destacou os benefícios que a radioterapia no Hospital Ibiapaba CEBAMS trará aos pacientes com câncer:
"Esta não é uma obra feita apenas com tijolos. Aqui tem muito carinho, muita dedicação, muito amor, muita esperança. O COIC trará benefícios inestimáveis à população de Barbacena e outras milhares de pessoas da região. Quem é portador de câncer não sofre apenas com a doença, mas também sofre com o psicológico. Se não há um local próximo para tratamento, surge um novo sofrimento. A radioterapia no Hospital Ibiapaba CEBAMS traz conforto ao paciente".


História da radioterapia em Barbacena envolve luta da comunidade


A história da radioterapia em Barbacena data da década de 1980, quando o então diretor do Hospital Ibiapaba, Dr. Maurício Silva, vislumbrava a necessidade de existir a radioterapia na cidade e citava isso em entrevistas à imprensa local. Após o credenciamento da instituição para a oferta de quimioterapia pelo SUS, em 1992, a necessidade se tornou mais latente e os primeiros projetos efetivos começaram a surgir dez anos depois, em 2002. Anos depois, um abaixo assinado realizado pela Associação de Apoio aos Pacientes Portadores de Câncer e seus Familiares (APPC) solicitava a instalação do serviço em Barbacena
 
Presente à cerimônia, Maria de Guadalupe Ferrão, da APPC, lembrou que o abaixo assinado reuniu 30 mil assinaturas. O vultoso número surtiu efeito e, em conjunto com esta articulação popular, agentes públicos e deputados se sensibilizaram e o Ministério da Saúde aprovou o projeto do Hospital Ibiapaba CEBAMS, liberando recursos para a aquisição do aparelho que faz o tratamento.

Entretanto, devido a questões técnicas, o aparelho só poderia ser comprado após a construção do prédio que receberia o acelerador linear. A instituição não tinha todos os recursos necessários para a execução da obra e, em 2016, após uma parceria com a Prefeitura de Barbacena, o Hospital recebeu R$ 2,4 milhões para a construção do prédio. A obra, que precisou ser feita de forma minuciosa e com muito cuidado, utilizou tecnologias inéditas na região, como um concreto especialmente desenvolvido para essa obra.

Funcionamento

A entrega do prédio não significa que o atendimento ao público começará imediatamente. Existem passos importantes antes do pleno funcionamento.

Segundo o médico e membro do Comitê Gestor do CEBAMS, Antônio José Fonseca de Paula, com o prédio entregue e o aparelho instalado, começa o processo de credenciamento do serviço junto ao SUS. Em paralelo, começa agora um processo de calibragem do aparelho:

"Agora, o aparelho precisa passar por alguns processos. O primeiro processo é o de calibragem, onde vários ajustes serão feitos por técnicos especializados. Após a calibragem, é feito um processo de auditoria por agentes reguladores que verificarão a eficácia e segurança do aparelho. Correndo tudo bem no credenciamento junto ao SUS, na calibragem e na auditoria, a expectativa é que em março de 2021 seja possível tratar o primeiro paciente".


Números:


1,80m – a largura das paredes do bunker onde será instalado o acelerador linear. A largura é fundamental para evitar a saída de radiação.

1,65m – é a altura da laje do bunker;
 
17 metros de profundidade – é o tamanho de cada uma das mais de 80 fundações feitas no terreno para a construção do prédio do Centro Oncológico;

25000 – é o número de procedimentos feitos pelo Hospital Ibiapaba CEBAMS por ano na área de Oncologia;

30% - é a porcentagem estimada da otimização de recursos e economia feita com a execução da obra e a construção de móveis pelo próprio Hospital, se comparada com a contratação de empresas terceiras.

Sobre o Hospital Ibiapaba CEBAMS:

O Hospital Ibiapaba é uma das unidades do Centro Barbacenense de Assistência Médica e Social (CEBAMS), entidade filantrópica sem fins lucrativos que presta serviços de saúde. Localizado em Barbacena (MG), o Hospital é referência nos serviços de alta complexidade em Cardiologia e Oncologia na Região Ampliada de Saúde Centro-Sul de Minas Gerais. A instituição possui a certificação ISO 9001:2015 e recebeu o reconhecimento do Prêmio Mineiro da Qualidade 2017.

Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: