18
18/08/2019

Publicidade

Orquestra e coral da Sociedade São Miguel Arcanjo se apresentam em Barbacena

Crianças e adolescentes participarão da solenidade do Descendimento da Cruz nesta Sexta-feira da Paixão. Saiba mais...

001 Sao Miguel Arcanjo

O cerimônia do Descendimento da Cruz em Barbacena terá o acompanhamento do coral e da orquestra de cordas Sociedade São Miguel Arcanjo. A solenidade será realizada a partir das 19h nesta Sexta-feira Santa (19), na igreja de São Miguel Arcanjo.

Esta será a segunda vez que a cerimônia contará com a participação do coral e da orquestra, que é composta pelas crianças e adolescentes, entre 11 e 18 anos, atendidos na Sociedade São Miguel Arcanjo. A solenidade é gratuita e aberta ao público.

Para a professora de canto e responsável pelo coral, Betânia Discacciati, a apresentação é uma forma de mostrar os trabalhos em andamento à sociedade e incentivar a mudança do olhar voltado aos jovens cantores e músicos.

"A desenvoltura destas crianças e dos adolescentes no palco, com certeza, muda a vida deles também dentro da casa, nas ruas e principalmente na escola. Meninos que muita gente chama de 'marginalizados', a gente mostra que na verdade eles não são assim, são, na grande maioria, carinhosos, querem correr atrás do futuro e a gente está sempre mostrando a importância de correr atrás dos sonhos", analisou.

A construção desta autoestima através do canto e da música também é destacada pelo responsável pela orquestra e pelo curso de violoncelo, Luis Otávio Damasceno. 

"Eu vejo que o principal objetivo da orquestra dentro do São Miguel é criar valores humanos. Sempre mostrar para os alunos que eles são capazes sim de tocar instrumento erudito, seja o violino ou o violoncelo. E também de mostrar pra sociedade que, por mais que eles venham de um meio mais simples, não impede que ele estudem um instrumento mais complexo e pratiquem um estilo de música que é pouco difundido na nossa cidade", avaliou. 

"A transformação das nossas crianças e dos nossos adolescentes mediante a música é algo evidente e extraordinário que presenciamos no nosso dia a dia. A capacidade dos meninos de se apresentar e de serem aplaudidos por este grupo, às vezes com lágrimas nos olhos, eleva profundamente a autoestima de quem provavelmente se sentiu descartado pela mesma sociedade que um dia levanta e o aplaude", afirmou o fundador e diretor da Sociedade São Miguel Arcanjo Marco Roberto Bertoli à reportagem.

O concerto 

O repertório (confira abaixo) foi selecionado pelos professores de música Luiz Otávio Damasceno e Betânia Discacciati, junto com o pároco da igreja do bairro João Paulo II padre D'Artagnan de Almeida Barcelos, responsável pela igreja de São Miguel, que irá presidir a cerimônia nesta sexta.

"A gente trabalha músicas populares e a orquestra também tem algumas músicas eruditas, porém não na maioria. A gente teve que selecionar dentro do nosso repertório músicas que conversassem com esse momento da Sexta-feira da Paixão e do sermão", avaliou a professora de canto e responsável pelo coral, Betânia Discacciati.

O responsável pela orquestra e pelo curso de violoncelo, Luis Otávio Damasceno destacou que os músicos tocam músicas eruditas e clássicas, composições de Beethoven e Bach e a missa de São Miguel Arcanjo, composta exclusivamente para o instituto pelo barbacenense Diogo Fernandes e apresentada na inauguração da igreja em 2017. Também apresentam músicas internacionais, temas de filmes e canções natalinas.

"O repertório escolhido para este concerto de sexta-feira teve o intuito de trazer músicas que façam o público ter um momento de reflexão, um momento de paz, aliando à lembrança da morte de Jesus e ao sermão do padre D'Artagnan. Realmente preparar para pensar no que vem acontecendo no nosso dia a dia, no meio desse caos que o nosso país se encontra. Vamos abraçar nosso público com músicas bem tranquilas", disse.

O fundador e diretor da Sociedade São Miguel Arcanjo, Marco Roberto Bertoli ressaltou a simbologia desta apresentação na Sexta-feira da Paixão destacando o descendimento da Cruz. 

"Representa as palavras do Evangelho no qual Jesus disse 'tudo o que fizestes a um destes pequenos, a Mim o fizeste'. Então, tudo o que é feito em prol das crianças que sofrem, para aliviar toda essa dor de vida, na verdade é feito para o próprio cristo. Nós podemos tirar Cristo da cruz todos os dias, todas as vezes que nos comprometermos a aliviar o sofrimento de alguém". 

"Isto consegue ser representado de uma forma extraordinária durante o concerto, durante este momento tão profundo da história da humanidade. Ao reviver a dramática história de Cristo, no momento do auge da sua dor, podemos viver o resgate o retorno da esperança dos sonhos. o retomar da vida de cada um dos nossos meninos", resumiu Marco Roberto.

Repertório da apresentação:

Coral: 

  • Benke
  • Alshlosha D'Varim 

Orquestra: 

  • Offertorium
  • O Salutaris Hostia 

Coral e a Orquestra tocarão juntos antes do sermão: 

  • Kyrie
  • Sanctus
  • Agnus dei
  • Jesus alegria dos Homens, de Johann Sebastian Bach 

Coral e Orquestra tocarão após o sermão: 

  • Na Cruz, da Irmã Kelly Patrícia 

O poder da música 

A filarmônica e o coral da Sociedade São Miguel Arcanjo foram criados em 2014 por meio do projeto da entidade chamado Música e Vida no São Miguel. Os instrumentos usados pela orquestra foram todos adquiridos através de doações e de projetos de desenvolvimento à cultura.

A professora de canto e responsável pelo coral Betânia Discacciati destacou que o impacto vai além de aprender a cantar ou criar músicos.

"É importante para que a gente mostre para estas crianças o vasto repertório que a gente tem, não só na música brasileira, mas a música de todas as raças e etnias, de todos os países. Não só ensiná-los a executar a música, mas também ter a percepção e a crítica para ouvir as músicas que eles receber e realmente terem a noção do que eles gostam e do que não gostam".

"Além disso tudo, a música cria um entendimento de disciplina sem que a gente fique forçando os alunos a estudar. A partir desse momento lúdico, eles acabam repetindo na salas com as outras disciplinas. Eles conseguem ter mais atenção, concentração, porque entendem o processo de se repetir aquele exercício, de entender o que está sendo feito, o que está escrevendo no caderno", ressaltou Betânia.

 

O alunos dos cursos de violoncelo, ministrado pelo professor Michael Lima, e de violino, pelo professor Luiz Otávio Damasceno, formam a orquestra. Damasceno destacou ao G1 o papel importante exercido pela música no processo educacional e na formação dos alunos

"Primeiro de levar o conhecimento musical, extremamente importante para o desenvolvimento humano. Mesmo que o aluno não siga a carreira profissional, ter contato com a arte, com a musica vai ajudar a desenvolver o raciocínio, a criação de valores do ser humano".

"Conseguimos desenvolver o respeito com o colega, a responsabilidade em relação ao horário de ensaio e de aula, cumprimento das tarefas do estudo individual, dos exercícios que são passados. Além da socialização que o grupo causa internamente e externamente, como ele pode cativar um menino que ainda não toca para ter interesse participar dos cursos", ressaltou.

O fundador e diretor da Sociedade São Miguel Arcanjo, Marco Roberto Bertoli aponta como a experiência com a música contribui em diferentes níveis na formação das crianças e adolescentes .

"A música também tem um caminho muito misterioso dentro de cada um, entra em sintonia com as dores do coração, da alma e ajuda a curar interiormente muitas feridas que a vida provocou. O aprimoramento das técnicas introduz a capacidade de enfrentamento das dificuldades constantes e da capacidade de melhorar a si mesmo, para poder elevar o nível musical tanto do coral quanto da orquestra. Faz que eles acabem se acostumando a superar os limites".

 

E o resultado de todo este processo reflete em quem assiste ao concerto, segundo Marco Roberto Bertoli.

"Achamos importante levar ao público a experiência da música erudita, que possa fazer vibrar, sonhar, elevar o espírito para que sintam a alegria da vida. E o prazer que a música pode causar quando é tocada a partir do coração dos nossos meninos, dessas almas escolhidas por Deus para proporcionar tanta alegria e felicidade a todos aqueles que estão do lado deles. Trazer essa experiência a quem ouve é uma riqueza muito grande para todos". 

Sociedade São Miguel Arcanjo 

A Sociedade São Miguel Arcanjo foi fundada por Marco Roberto Bertoli em 1998, inicialmente com sede em Antônio Carlos. Foi transferida em 2003 para Barbacena, após a conclusão das edificações na área de uma fazenda de 320 hectares.

Atualmente a instituição acolhe cerca de 450 crianças e adolescentes, dos três aos 18 anos, de Barbacena e região.

As crianças e adolescentes cursam a escola regular, por meio de parceria com o Colégio São Francisco de Assis, mantido pelas Irmãs de São Francisco da Providência de Deus. A metodologia e a estrutura de ensino acompanham a linha pedagógica das melhores escolas particulares do país. Outras crianças são atendidas na Creche São Miguel.

Os beneficiados ainda podem usufruir de cineteatro, laboratório de informática, biblioteca, refeitórios, quadras poliesportivas, ginásio profissional de ginástica olímpica, salas de TV, artesanato, e galpões destinados a atividades profissionalizantes agrícolas e zootécnicas.

Igreja de São Miguel Arcanjo 

A Igreja de São Miguel Arcanjo foi erguida na fazenda da Sociedade São Miguel Arcanjo e inaugurada em 1º de outubro de 2017.

A réplica da Abadia de São Egídio, construída no ano de 1060 na Itália, conta com 12 colunas em sua estrutura, que representam os discípulos. Cada parede tem 80 cm de espessura.

O altar é sustentado por quatro colunas redondas, simbolizando a universalidade da fé nos quatro cantos do mundo.

O capitel, uma peça decorativa no fim da coluna, tem um papiro na parte alta que expressa a sabedoria, e as folhas de acanto na parte baixa traduzem os espinhos da vida, repassando a mensagem de que só têm sabedoria aqueles que sabem viver com os espinhos da vida.

As portas, fechaduras e tachos de ferro forjado reforçam o cuidado com os detalhes. Ainda foram reproduzidas no interior da igreja quatro importantes obras europeias


Por Roberta Oliveira, G1 Zona da Mata


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: [email protected]







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.