A Bundesliga aposta em tecnologia para se sobressair com atrativos a mais nas transmissões de futebol

Bundesliga aposta em tecnologia para se sobressair com atrativos a mais nas transmissões de futebol

Procurando se destacar no concorrido mercado do futebol europeu e buscar mais torcedores, a Bundesliga aposta em inovações para melhorar as suas transmissões. Conversa com um histórico firme da liga em aceitar novas tecnologias e tenta expandir nossa maneira de ver futebol pela televisão por meio de estatísticas avançadas em tempo real, transmissões focadas para dispositivos móveis ou investimentos em startups do ramo.

O Bayern de Munique voltou da pausa de inverno da Bundesliga em velocidade de cruzeiro. Empataria apenas um jogo e ganharia todos os outros até conquistar o oitavo título consecutivo. No fim de janeiro, vencia o Schalke por 3 a 0 quando o artilheiro Robert Lewandowski invadiu a área pela esquerda. Limpou o marcador, mas o goleiro havia fechado o ângulo e outros dois adversários estavam em volta. Preferiu passar para Thiago, livre na região da marca do pênalti. Sabia, por instinto, que aumentaria as chances de seu time marcar. Não sabia exatamente em quanto, mas a Bundesliga sabia: de 19% para 53%.

Nenhuma estatística conta a história sozinha ou substitui assistir à partida, mas, bem contextualizada, a Expectativa de Gols ou XG, na sigla em inglês, pode ajudar a entender se o time que venceu foi muito eficiente, se o que perdeu desperdiçou oportunidades demais ou se você errou aquele esporte bet porque deu muito azar. Ela é um dos destaques do novo serviço da Bundesliga chamado “Match Facts” (Fatos da Partida, em tradução livre), em parceria com a Amazon Web Services (AWS), empresa de tecnologia de nuvem ligada à Amazon.

O que a liga pretende com o “Match Facts” é acrescentar informações à narrativa da partida. Um gol como o de Kimmich, do Bayern, na vitória por 1 x 0 sobre o Borussia Dortmund, com um toque por cobertura da entrada da área, não foi apenas decisivo na briga pelo título e plasticamente bonito, como também tinha apenas 6% de probabilidade de ocorrer. Atende à demanda de uma geração que cresceu com muitas estatísticas no videogame e em outros esportes, como a NBA ou a NFL.

A abordagem sustentável que a Bundesliga adota impede que a distância para ligas como a espanhola e a inglesa seja coberta por grandes somas de euros. Há uma regra que proíbe investidores de serem donos de mais de 49% das ações de um clube. A inovação é uma das apostas para tentar se destacar em meio a uma concorrência feroz.

De acordo com entrevista publicada pela Betway Esportes, site de apostas online, a Bundesliga controla toda a cadeia de produção das transmissões de suas partidas. A lógica, segundo seu vice-presidente de inovação digital, Andreas Heyden, é que para melhor servir às empresas de mídia a liga precisa agir como uma.

“Acredito que cada liga precisa definir seu próprio caminho e o nosso foi reconhecer que sucesso é cíclico”, afirma durante conversa com o time da Betway. “Às vezes, você vence a Champions League, às vezes não. Como podemos nos tornar um pouco independentes desse ciclo? Outros clubes, outras ligas, fazem de maneiras diferentes. Outras ligas vendem patrocínio para suas marcas. Nós queremos manter a nossa limpa”.

BUNDESLIGA FOI A PIONEIRA NO USO DO VAR 

De acordo com o infográfico publicado pela Betway, um dos exemplos de investimento em tecnologia da Bundesliga foi a inserção do VAR que estreou na temporada de 2017/2018 e foi a primeira grande liga a utilizá-lo ao lado da Itália.

Já na primeira utilização do VAR na Bundesliga 76 decisões foram revertidas, 13 pênaltis cancelados, 23 gols anulados e 26 pênaltis concedidos após revisão. Após a aplicação do VAR pela Bundesliga os jogos contaram com 99,25% de decisões corretas e só na primeira partida na Alemanha o VAR foi acionada por 12 vezes.

Estes são números que comprovam a validade do investimento da tecnologia para que os torcedores possam ter a melhor experiência com uma partida de futebol.

SOBRE A BUNDESLIGA

A  Bundesliga (em português: Liga Federal de Futebol) é uma liga profissional de futebol da Alemanha. É a principal competição de futebol do país.

A Bundesliga foi originalmente fundada em 1962 na cidade de Dortmund pela Deutscher Fußball-Bund (Associação Alemã de Futebol), mas agora é controlada pela Deutsche Fußball Liga (Liga Alemã de Futebol), sendo a liga mais lucrativa da Europa. A primeira temporada foi em 1963 e teve como primeiro campeão o Colônia, sendo que o primeiro artilheiro foi o famoso Uwe Seeler, do Hamburgo, e desde então, apenas a cidade de Munique celebrou dois de seus clubes como campeões: o Bayern e o München. Sua estrutura e organização, juntamente com outras ligas de futebol da Alemanha, sofreram mudanças frequentes até os dias de hoje. Atualmente a Bundesliga é formada por 18 equipes e todos os seus clubes estão automaticamente classificados para a DFB-Pokal (Copa da Alemanha); o campeão se classifica para a DFL-Supercup (Supercopa da Alemanha).

Um total de 55 clubes já disputaram a competição e o Bayern München é o clube que mais a venceu, com 30 títulos desde 1963-64. Doze clubes já se sagraram campeões, além do Bayern, Borussia Dortmund e Borussia Mönchengladbach (5 títulos), Werder Bremen (4), Hamburgo e Stuttgart (3), FC Köln e Kaiserslautern (2), além de Eintracht Braunschweig, München 1860, FC Nürnberg e Wolfsburg, com um título cada. Entre os clubes que não foram campeões alemães na Era Bundesliga, destacam-se os tradicionais Schalke 04, com 7 vice campeonatos e Bayer Leverkusen e com 5. Nos últimos 20 anos o Bayern München foi campeão 14 vezes, sendo que nos últimos 10 anos foi campeão em 8, tendo essa última sequência só sido quebrada pelo Borrussia Dortmund. Outros campeões alemães no Século XXI, são Werder Bremen, VfB Stuttgart e Vfl Wolfsburg e entre os vice-campeões que não ganharam títulos de campeão nesse período, apenas Schalke 04, Bayer Leverkusen e RB Leipzig conseguiram chegar lá.

A Bundesliga é classificada em quarto lugar na Europa, de acordo com o ranking de coeficientes da UEFA para a temporada 2017-2018, com base em desempenhos em competições europeias nas últimas cinco temporadas. Entre todos os esportes, sua média de 45.134 torcedores por jogo durante a temporada 2011-12 foi a segunda maior de qualquer liga esportiva do mundo atrás apenas da National Football League. A Bundesliga é

 

 


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: