21
21/09/2019

Publicidade

Escaladores barbacenenses conquistam o cume do Dedo de Deus

Um dos principais points para a escalada no Brasil, o Dedo de Deus foi o destino para os escaladores barbacenenses Nilce Mateus e Filippe Silva, que realizaram a conquista do cume da montanha pela via Face Leste – Variante Maria Cebola no dia 11 deste mês. Confira!

001 Dedo De Deus  

Um dos principais points para a escalada no Brasil, o Dedo de Deus foi o destino para os escaladores barbacenenses Nilce Mateus e Filippe Silva, que realizaram a conquista do cume da montanha pela via Face Leste – Variante Maria Cebola no dia 11 deste mês.

Com 1.692m de altitude, o imponente pico possui contorno semelhante a uma mão apontando o dedo indicador para o céu, sendo um dos vários monumentos geológicos do Parque Nacional da Serra dos Órgãos. Considerado o marco da escalada Brasileira, sua primeira ascensão foi realizada em 1912 pelos brasileiros José Teixeira Guimarães, e os irmãos Américo, Acácio, Alexandre e Raul.

A escaladora Nilce conta que a aventura começou às 4:30h com uma bela, longa, íngreme e cansativa caminhada pela mata até chegar aos cabos de aços. Em sequência com cerca de duas horas foram subidos centenas de metros destes cabos, onde a mão e braços são forçados devido a estes estarem em posições verticais, sendo estes alternados com lances de escalaminhadas até a base da face leste.

Após os cabos teve início a escalada propriamente dita dos quase 200 metros de via até o cume, sendo estes compostos por lances de chaminés, diedros e aderência, colocando a prova toda a técnica adquirida pelos participantes ao longo de seus treinos.

A escalada até o cume contou com seis enfiadas e duração de aproximadas quatro horas: A primeira e a segunda foram lances fáceis com calhas, fendas e uma rampa que deram acesso a variante principal; a terceira foi o diedro com alto grau de exposição denominado Maria Cebola que levou os escaladores até uma chaminé; a quarta enfiada foi dentro de uma chaminé, onde sua subida foi feita minuciosamente apoiando as costas em um dos paredões e utilizando os braços e mãos exigindo força e habilidade que terminou em um grampo num pequeno platô fora da chaminé e na beira do abismo, uma visão realmente impressionante.

Após entraram na quinta enfiada subindo por uma chaminé, precisando ali de um lance de domínio para entrar em outra chaminé curta que levou os escaladores a uma caverna cheia de blocos de pedra, onde iniciou-se a sexta e última enfiada também em chaminé curtinha, finalizando em um platô de acesso ao cume, assim às 13 horas chegaram a escada de acesso ao cume, com grande emoção e sensação de superação deste longo desafio.

Durante a escalada Nilce destacou como sendo o trecho mais impressionante o Diedro da Maria Cebola que mesmo protegido por grampos exige uma certa habilidade, uma vez que neste trecho não se tem boas agarras, desafiando assim a força, a técnica e o psicológico do escalador. Dali também é possível avistar a estrada e carros a centenas de metros abaixo, sendo este com grande exposição.

Nilce também nos conta que a chegada ao cume foi somente metade do caminho, pois para retornarem houve uma longa descida através de rapeis negativos a cabos de aço, feita pela via original da conquista (Via Teixeira), finalizada por trilha.

Nossa aventureira ressalta que a melhor época para escalar o Dedo de Deus é entre os meses de maio a agosto, quando as chances de tempestade são menores, deixando também a dica da importância do preparo físico e psicológico dos participantes para que a ascensão seja bem-sucedida.

Outro ponto decisivo e relevante é o peso da mochila do escalador devendo conter o material mínimo necessário, como água, alimentação rica em carboidrato e energética, casaco, lanterna e itens se segurança. E lembra que a escalada deve ser feita acompanhada sempre de alguém que conheça o local, preferencialmente um guia.

Finalizando, Nilce deixa a mensagem que “A vida começa quando acaba nossa zona de conforto”.

Para maiores informações os interessados podem entrar em contato através das redes sociais: instagram:@nilcemateus e face: Nilce Matheus.


Via Jornal Expresso de Barbacena


REDAÇÃO DO BARBACENAMAIS - Whatsapp (32)9 8862-1874 - Email: [email protected]







O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.