Relatório que salvou Temer colocou Andradinha no centro do cenário político nacional

 

Era um gesto conhecido no Congresso Nacional: o deputado barbacenense José Bonifácio Lafayette de Andrada (1904-1986), então líder do Governo Ernesto Geisel, tirava um terço do bolso, beijava-o e começava a defender o regime militar. Naqueles momentos, estava voltada para o Doutor Zezinho toda a atenção da mídia e dos congressistas. Deste aquele época (1979), que um político de Barbacena não atraia tanto a atenção da política nacional.

Esse cenário mudou com a indicação de Bonifácio de Andrada, filho do Doutor Zezinho, para ser o relator da denúncia contra o presidente Michel Temer e os ministros Moreira Franco (Casa Civil) e Eliseu Padilha. Desde o início de outubro que o parlamentar barbacenense, decano no Congresso Nacional, com dez mandatos, foi citado, filmado, fotografado e apareceu nas mídias sociais nacionais e internacionais. Ele foi tema de reportagem, por exemplo, do jornal El País, da Espanha.

VEJA TAMBÉM:

Câmara reage às ações judiciais para demitir servidores municipais

José Jorge denuncia que situação dos servidores é preocupante

Margarida tenta barrar decreto de Temer que libera venda de Estatais

Isso aconteceu desde que ele foi o indicado como relator da denúncia, e a partir dai aconteceram várias discussões e questionamentos. Parte do partido dele, o PSDB, não queria que Andradinha fosse o relator e tirou a vaga dele de suplente. Então o PSC de São Paulo cedeu a vaga do deputado Marco Feliciano para Andradinha.

Ao preparar seu relatório com ajuda de dois netos, os advogados Antônio Carlos Suppes Andrada, o Tunico, e Bonifácio José Suppes de Andrada, o Boninho, filhos do ex-prefeito Toninho Andrada, Andradinha pediu o arquivamento da denúncia e atacou os procuradores da República, policiais federais e membros do Poder Judiciário.

A partir daí, foram mais duas votações com a vitória do governo.

Jornal Expresso



Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: