Festa em bar durante a pandemia é encerrada pela Polícia

Segundo a Secretária Adjunta de Saúde, Ana Cristina Rigotti, os responsáveis pelo evento não possuíam autorização para realizar a festa porque o estabelecimento se trata de um bar e por isso, deveria ter outro tipo de classificação

As redes sociais durante o final de semana ficaram inundadas de fotos e vídeos de uma festa realizada na cidade na noite de sábado no estabelecimento ‘Celeiros’. O evento descumpria todas as normas e determinações em relação ao controle da pandemia na cidade. Centenas de jovens aglomerados, sem máscara e sem proteção. 

Segundo a Secretária Adjunta de Saúde, Ana Cristina Rigotti, os responsáveis pelo evento não possuíam autorização para realizar a festa porque o estabelecimento se trata de um bar e por isso, deveria ter outro tipo de classificação. “É importante a população saber que o que o Plano Minas Consciente determina para a Onda Amarela é que o evento precisa ter o limite de 250 pessoas e precisa continuar seguindo os protocolos e isso não aconteceu. O estabelecimento realizou o evento com mais de 250 pessoas, ninguém usava máscara e ninguém seguia os protocolos.”

Em relação às providências tomadas pela Secretaria de Saúde, Ana Rigotti explica que elas foram tomadas de imediato. “A Vigilância Sanitária foi até o local, cancelou o evento e fez as autuações necessárias. O estabelecimento vai responder administrativa, civil e penalmente pela conduta irregular. O proprietário foi conduzido preso à delegacia e vai responder pelo tipo penal previsto que é o atentado contra a saúde pública.”

A Secretaria lamenta ainda por outros estabelecimentos como bares e restaurantes que estão seguindo todos os protocolos e afirma ainda que essa atitude é desleal com os proprietários desses lugares.

O Comandante da 60ª Companhia de Policiamento, Tenente Andrade, contou que a PM deu ordem de fechamento do estabelecimento por volta de 21h. Cerca de uma hora e meia depois, o estabelecimento ainda estava aberto e na mesma situação de irregularidades. “Por isso foi necessário levar um dos organizadores do evento à Delegacia. Como foi um crime de menor potencial ofensivo, esse proprietário foi conduzido, foi feito o Termo de Ocorrência, ele assinou se comprometendo a comparecer em juízo em data posterior e foi liberado.”

O PM afirmou ainda que a comunidade tem contribuído de forma positiva para o enfrentamento da pandemia. Denúncias podem ser feitas pelo 190 ou no Disk Covid, disponibilizado pela Prefeitura de Barbacena (32) 3339 2186.


Fonte: Barbacena Tem


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: