Dia Mundial da Psoríase: a pele unindo histórias

Entre diversas bandeiras, a luta da Psoríase Brasil engloba também a inclusão de medicamentos ofertados pelo SUS a pacientes de planos de saúde privados, trazendo em 2020 como mote de sua campanha "Marcas na pele que escondem histórias".

A incorporação de terapias biológicas pelos planos de saúde privados é uma das principais bandeiras da Psoríase Brasil na Campanha pelo Dia Mundial da Psoríase 2020. A associação sem fins lucrativos que representa os pacientes com psoríase, artrite psoriásica e outras doenças crônicas de pele, luta para que seja obrigatória a inclusão dos medicamentos àqueles que pagam para ter acesso privado à saúde. Os medicamentos biológicos são recomendados àqueles pacientes com psoríase moderada à grave cujos tratamentos convencionais não trazem resultados. Embora não sejam obrigatórios aos planos privados, já fazem parte das terapias ofertadas pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

 

As terapias biológicas são fármacos produzidos a partir de organismos vivos que, ao serem utilizados, miram diretamente nas moléculas inflamatórias que disparam a enfermidade. Conforme evidencia o médico dermatologista Dimitri Luz, titular da Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), com mestrado em psoríase pela Unicamp, esses medicamentos são os mais modernos e utilizados no mundo inteiro para tratamento de psoríase e artrite psoriática e têm um papel fundamental na melhora da qualidade de vida dos pacientes. "Estamos vivendo um momento histórico no que se refere à discussão sobre o aumento do acesso dos pacientes a esses medicamentos, e o quão satisfatório são seus resultados", observa o especialista. A psoríase é uma doença crônica de pele, inflamatória e não transmissível que atinge mais de 125 milhões da população mundial, além de ocasionar inúmeras comorbidades.

 

Em discussão na Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) desde março, este mês a ANS abriu a Consulta Pública nº 81 para avaliar a inclusão de sete medicamentos imunobiológicos (Adalimumabe, Etanercepte, Guselcumabe, Infliximabe, Secuquinumabe, Ustequinumabe e Ixequizumabe) ao tratamento à psoríase. Sociedades médicas e civis podem participar manifestando opiniões sobre os medicamentos até 21/11 (participe aqui). Desde o início de 2020 a Psoríase Brasil chama a atenção de pacientes e da Sociedade

 

Civil sobre a importância da incorporação destes medicamentos, promovendo campanhas e abaixo-assinado digital (clique aqui) para sua inclusão. De acordo com Gladis Lima, presidente da ONG Psoríase Brasil, um dos grandes desafios da entidade é fazer com que o paciente se engaje na consulta pública e se manifeste a favor da recomendação da ANS. "O paciente tem de se conscientizar que ele precisa se tratar para melhorar sua qualidade de vida. Logo, necessita desses medicamentos que hoje ainda não fazem parte do rol de cobertura mínima dos planos de saúde. Por isso, a participação efetiva do paciente é de fundamental importância, sendo ele o protagonista de toda essa iniciativa", ressalta. 

 

DIA MUNDIAL DA PSORÍASE 2020 – 29 DE OUTUBRO

Em 29 de outubro, data estabelecida pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como Dia Mundial da Psoríase, a Psoríase Brasil realiza o VI Encontro Nacional de Psoríase e Artrite Psoriásica com especialistas, parlamentares e pacientes. Serão quatro painéis online: "Psoríase e Artrite Psoriásica: entenda relação entre as doenças", "Psicodermatologia uma interface entre a Psicologia e a Dermatologia", Projeto de Atualização em Psoríase a profissionais da Atenção Primária à Saúde" e "A pele unindo histórias, a jornada dos pacientes". Programação completa, horários e inscrições em: https://psoriase.ciente.live/

 

Desde 2015, a Psoríase Brasil realiza campanha no Congresso Nacional, em Brasília, como ações de advocacy e conscientização com parlamentares e população. Este ano, devido à pandemia, a campanha está sendo realizada por plataformas e estratégias digitais. O mote de 2020 é "Marcas na pele que escondem histórias", cuja intenção é mostrar à sociedade que a doença não é só uma marca na pele, mas também traz danos psicológicos e comorbidades graves (diabetes, doenças cardiovasculares, obesidade, depressão, doenças inflamatórias intestinais, etc.). Também está sendo lançado o novo site da associação, o canal de podcast "Doenças de Pele", um filtro no Instagram, entre outras ações.

 

 

Conheça a Psoríase Brasil:

 

Associação Brasileira de Psoríase, Artrite Psoriásica e de Outras Doenças Crônicas de Pele - Psoríase Brasil é uma entidade sem fins lucrativos, fundada em 2005. Tem como objetivo principal buscar informações relativas às doenças de pele, além disso, busca o acesso universal aos tratamentos, para que sejam incorporados no Sistema Único de Saúde (SUS) e nos Planos de Saúde Privados (ANS). A atuação se dá com a disseminação de informação e trabalho em advocacy, com objetivo de lutar por políticas públicas para que os pacientes tenham melhorias da qualidade de vida.

 

Em 2020, pelos seus anos de experiência em Psoríase e Artrite Psoriásica, ampliou a luta para outras doenças crônicas de pele, como Urticária Crônica Espontânea, Dermatite Atópica e Vitiligo.

 

A Psoríase Brasil, desenvolve um trabalho de forma absolutamente autônoma, buscando a parceria na realização de projetos pontuais, voltados à causa. A entidade tem sede em Porto Alegre / RS.

 


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: