Para prevenção da COVID-19 em Barbacena, unidade de longa permanência de idosos é transferida de hospital para pousada na zona rural

Nove internos que estavam na unidade asilar do Hospital Policlínica e Maternidade (IMAIP) foram levados pela Prefeitura para espaço isolado no Distrito da Colônia Rodrigo Silva.

A Prefeitura de Barbacena transferiu uma unidade de longa permanência de idosos, que estava instalada no Hospital Policlínica e Maternidade (IMAIP), para uma pousada no Distrito da Colônia Rodrigo Silva.

O motivo foi para evitar que os residentes na unidade sejam expostos ao risco de contágio da COVID-19. Segundo a instituição, atualmente são nove idosos que estão internados e apresentam sequelas de doenças ou dependência física, neurológica e motora.

O diretor da unidade e médico Doutor Celso José de Araújo Campos informou que a transferência ocorreu em junho. "Inicialmente, fizemos para trazer nossos pacientes para um isolamento geográfico onde não tinha nenhum risco de contaminação pela COVID-19", afirmou.

Doutor Celso Jóse de Araújo Campos explicou que a decisão também foi tomada para liberar 25 leitos na Policlínica, para que o hospital tivesse maior condição de atender os pacientes com novo coronavírus.

Para transformar a pousada em uma unidade hospitalar, foram feitas mudanças estruturais e assistenciais.

A capacidade da instituição é de 15 residentes e todos são atendidos pelo Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o médico, foi implantada uma sala vermelha para emergência, atendimento médico 24 horas, ambulância e uma equipe de 30 profissionais de saúde que são treinados e passam por protocolo de prevenção e testagem da doença.

A unidade funcionará desta forma durante o período da pandemia.


G1-Zona da Mata


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: