Governador anuncia conclusão da estrada de Antônio Carlos a Bias Fortes, com investimento de R$17,3 milhões

Dentre as obras anunciadas nesta terça-feira (25) está a conclusão da estrada que liga Antônio Carlos a Bias Fortes, num trecho de 19,5 Km e um valor orçado em R$ 17,3 milhões.

O governador Romeu Zema anunciou, nesta terça-feira (25/8), ordem de início para oito obras em diferentes regiões do estado, com investimento total previsto de R$ 100,5 milhões. Participaram do anúncio os secretários de Estado de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato; de Governo, Igor Eto; e o diretor-geral do Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais, Fabrício Sampaio.

As obras foram viabilizadas graças a um esforço de negociação do Governo de Minas, via Secretaria de Infraestrutura e Mobilidade (Seinfra) e Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag), junto ao Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) e à Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge), órgãos fontes dos recursos.

Dentre as obras anunciadas está a conclusão da estrada que liga Antônio Carlos a Bias Fortes, num trecho de 19,5 Km e um valor orçado em R$ 17,3 milhões. 

Benefícios para regiões

O secretário de Infraestrutura e Mobilidade, Fernando Marcato, explicou que as intervenções beneficiam diversas regiões do estado, como Norte, Sul, Zona da Mata, Central e Triângulo Mineiro.

“Foi um grande esforço nosso para viabilizar esses recursos. Essas obras vão melhorar escoamento da produção, trânsito e o acesso a esses municípios, impactando diretamente na economia dessas regiões, e, consequentemente, do estado”, afirma. 

Parceria

O secretário de Estado de Governo, Igor Eto, ressaltou que a viabilização das obras demonstra a parceria entre o Executivo e o Legislativo.

"Todas as obras anunciadas foram, de alguma forma, trazidas por esses parlamentares. Nossos deputados estão na ponta, vivendo o dia a dia do cidadão, e possuem a missão de trazer até o governo estadual as relevantes obras em suas regionais. Essa gestão está pronta, e disposta, a garantir esse trabalho conjunto", explicou.

Participaram do evento, realizado virtualmente, deputados estaduais e federais, incluindo Raul Belém, líder do governo na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, e Diego Andrade, coordenador da bancada mineira na Câmara dos Deputados. 

Obras

O BNDES disponibilizou recursos para seis obras, sendo elas: Contorno Sul de Montes Claros; Contorno de Cataguases; conclusão do Contorno Sul de Uberlândia; Interseção do entroncamento BR-040 (Barreira do Triunfo) - João Ferreira (Goianá); conclusão da pavimentação do trecho Antônio Carlos – Bias Fortes, na MG-135 e, ainda, a conclusão das obras de pavimentação no Anel Viário de Sete Lagoas (Avenida Norte-Sul). Os investimentos totalizam R$ 82,7 milhões e são saldo dos programas Pro Investe e Programa de Desenvolvimento Integrado II (PDI).

Já os recursos de convênios com a Codemge serão aplicados em outras duas intervenções: o Acesso ao Distrito Industrial de Jacutinga, com recursos de R$ 4,4 milhões, e o Contorno de Poços de Caldas, com recursos de R$ 13,4 milhões.

As obras, que serão executadas pelo DER-MG, vão melhorar o escoamento da produção, proporcionar mais segurança e qualidade de vida para a população que transita pelas rodovias mineiras e, consequentemente, impactarão também na economia e geração de empregos. Todos os empreendimentos já terão mobilização pelas empresas nos próximos dias. 

Antônio Carlos – Bias Fortes

A MG-135, entre os municípios de Antônio Carlos – Bias Fortes, integra os circuitos turísticos da Trilha dos Inconfidentes e das Serras do Ibitipoca.  A pavimentação do trecho diminuirá o tempo de percurso e facilitará a ligação dos municípios à cidade de Barbacena, considerada uma das mais importantes da região. Bias Fortes é um dos únicos seis municípios de Minas Gerais que ainda não tem acesso pavimentado. A conclusão das obras melhorará a acessibilidade e mobilidade, contribuindo, ainda, para o crescimento das atividades econômicas locais, facilitando a integração aos mercados e a atração de novos negócios. Das cinco cidades que continuarão sem acesso a rodovias asfaltadas, três ficam em trechos sob responsabilidade do governo federal.

 

Veja, abaixo, quais são as obras anunciadas:

 

OBRA

RECURSOS

EXTENSÃO

VALOR FINAL PREVISTO

Contorno Sul de Montes Claros (ruas laterais)

BNDES

9,2 km

R$ 16,2 milhões

Interseção BR-040 – João Ferreira (Goianá)

BNDES

Interseção

R$ 2,7 milhões

Contorno de Cataguases

BNDES

6,4 km

R$ 16 milhões

Contorno Sul de Uberlândia (conclusão)

BNDES

22,3 km

R$ 23 milhões

Antônio Carlos – Bias Fortes (conclusão)

BNDES

19,5 km

R$ 17,3 milhões

Sete Lagoas (Anel Viário – Av. Norte-Sul)

BNDES

3,3 km

R$ 7,5 milhões

Acesso ao Distrito Industrial de Jacutinga

CODEMGE

1,3 km

R$ 4,4 milhões

Contorno de Poços de Caldas

CODEMGE

25,5 km

R$ 13,4 milhões

 

 

 

 


Imprimir  

Tudo o que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

Receba nossas noticias em seu e-mail: