22
22/07/2017

Reinaldo Fonseca vai à Câmara apresentar real situação financeira da Prefeitura de Barroso

Prefeito Reinaldo Fonseca vai à Câmara Municipal de Barroso prestar informações sobre a situação econômica do município atendendo convocação dos vereadores. Ex-prefeita não compareceu. Saiba mais...

A SITUAÇÃO FINANCEIRA DE BARROSO 

Prefeito de Barroso apresentou real situação financeira da Prefeitura

Na noite desta segunda-feira (13), o Prefeito de Barroso, Reinaldo Fonseca, atendendo a requerimento do Vereador Állan Campos, que foi aprovado por unanimidade na Câmara, esteve presente, durante reunião ordinária, com objetivo de apresentar a situação financeira do município entregue pela gestão passada. A ex-prefeita também foi convidada para apresentar sua versão, mas não compareceu e enviou um ofício justificando sua ausência. 

Reinaldo iniciou sua apresentação destacando que sua intenção não é fazer polêmica, mas sim esclarecer a toda a comunidade e em resposta ao que a ex-prefeita, junto com sua equipe, declarou em uma emissora de rádio, fato que foi replicado pela imprensa, mostrando uma situação irreal da prefeitura, baseada em um relatório global e que poderia ser modificado até o dia 15 de fevereiro. 

O prefeito passou então para a apresentação dos dados minuciosos, apurados junto à Secretaria de Finanças. Segundos esses dados, a disponibilidade financeira não era de R$4,3 milhões, como foi divulgado, mas sim de R$ 4.796.104,41. Desse valor, R$ 3.827.695,67 são recursos vinculados, ou seja, têm destinação definida e não podem ser investidos em pagamentos diversos e R$ 968.408,74 são recursos livres. Informou, também, que o passivo financeiro soma um total de R$ 7.260.124,55, perfazendo um saldo negativo de R$ 4.993.406,83. 

Reinaldo ainda destrinchou os números por fontes de recursos, relativo somente ao ano de 2016, primeiro desconsiderando os recursos vinculados. Dessa forma, o total das disponibilidades financeiras (normais + educação + saúde + Fundeb) em 31/12/16 era R$ 1.157.883,81, enquanto as despesas eram de R$ 1.718.852,75, totalizando um saldo negativo de R$ 560.968,94. Adicionando a esses valores a multa por falta de pagamento do INSS + Valores do Hospital não contabilizados em 2016, deu-se a soma: R$ 560.968,94 + R$ 29.980,00 + R$ 174.881,21, perfazendo o total de R$ 765.830,15. Portanto, Reinaldo recebeu a Prefeitura com uma dívida de mais de R$ 765.830,15, ao contrário do que foi divulgado pelos agentes políticos na rádio. 

Os ex-secretários, juntamente com a ex-prefeita e o vereador líder da oposição também declararam que foram deixados recursos suficientes do Fundeb para pagamento dos professores. No entanto, Reinaldo apresentou os números reais, que apontam um saldo negativo, só no Fundeb, de R$ 419.436,80. (R$ 171.848,66 de disponibilidade menos R$ 591.285,46 das despesas). 

Ao final, o prefeito ainda fez alguns questionamentos, que comprovam que não foram deixados recursos suficientes e ainda citou a intenção dos agentes políticos de colocar a população e os fornecedores contra sua administração, ao afirmarem que deixaram dinheiro em caixa suficiente para todos os pagamentos e que, se a Prefeitura não pagasse os fornecedores, seria por má vontade. 

Reinaldo questionou: “Se deixaram R$ 4,3 milhões livres em caixa, não precisariam do dinheiro da repatriação. Não precisariam trabalhar até 23 horas do dia 31 de dezembro para fazer pagamentos às pressas. Poderiam ter feito com antecedência. Se havia todo esse dinheiro, por que não pagaram o INSS de novembro e o 13º salário, fazendo com que tivéssemos que pagar uma multa de quase R$ 30 mil? Por que deixaram parte dos funcionários da Educação (Fundeb) sem o pagamento do mês de dezembro? Por que deixaram mais de R$ 380 mil do hospital sem pagar, incluindo as subvenções de novembro e dezembro? Por que deixaram sem pagamento os laboratórios; diárias de funcionários de outubro de 2016;  bandas contratadas para o Réveillon; quase R$100 mil de clínicas de recuperação; profissionais da Saúde Bucal desde novembro; Centro de Assistência Psicoterapêutica do mês de maios de 2016? Por que deixaram parte da frota de veículos sucateada? Por que deixaram obras inacabadas e não realizaram a limpeza da cidade, nem a operação tapa-buracos?". 

O prefeito de Barroso encerrou sua fala agradecendo sua equipe, que vem desempenhando um trabalho que segundo ele tem sido excepcional, com dedicação, seriedade e honestidade e lamentou a ausência da ex-prefeita para mostrar sua versão, colocando toda a documentação à disposição da equipe da ex-gestora. “Coloco minha equipe da área financeira a disposição para apresentar todos os documentos e que, depois que tiverem acesso, que possam restabelecer a verdade, que eles voltem para o mesmo lugar onde estiveram para denegrir a nossa imagem e falem o que realmente foi deixado para nossa administração. Vamos negociar com cada fornecedor, mas eles não vão ficar sem receber. Não vai acontecer o que aconteceu em 2008, quando ficaram dívidas e elas não foram pagas; pelo contrário, foram restabelecidas no dia 03 de outubro, um dia após as eleições. Eu tenho a convicção de que estamos no caminho certo e fazendo o nosso melhor”, concluiu Reinaldo.

 




O Portal de Noticias BarbacenaMais não se responsabiliza pela opinião dos leitores expressas aqui através de seus perfis no Facebook.