27
27/05/2015

Em Barbacena

Grade Lista

Começou na tarde de segunda-feira a quarta edição da Semana Ambiental Integrada, que neste ano está se realizando na sede da Copasa. Empresas como a Vale e Saint Gobain, entidades como Prefeitura, Polícia Militar, Senac, IEF, EPCAR, IFET, ISAV, dentre outras apresentam seu trabalho em stands abertos a visitação.

Solenidade de posse do Chefe do 13º Departamento de Polícia Carlos Capristrano, e do Delegado Regional Colimar Dias Braga Júnior, contou com a presença de diversas autoridades

 

 

 

Nos dias 27 e 28 de maio, em Barbacena, profissionais de TI e interessados em aprender sobre tecnologia terão oportunidade de realizar cursos gratuitos na área pelo SENAC.

Estão abertas desde as 10 horas da manhã desta segunda, dia 25, as inscrições para o ENEM. As provas serão aplicadas nos dias 24 e 25 de Outubro. As inscrições vão até o dia 5 de Junho, e custam R$63.

A 22ª edição da Quinta Cultural da Faculdade de Medicina da FUNJOB traz a Barbacena o promotor público Casé Fortes com o tema "Todos contra a Pedofilia". A palestra acontece às 20 horas, nesta segunda, dia 25, no auditório da FUNJOB.

 

Em Barbacena, o Conselho Tutelar é composto por cinco conselheiros e a eleição acontecerá em 4 de Outubro. Os candidatos passarão por cinco etapas de seleção, e os selecionados terão remuneração semelhante à de um Oficial Administrativo da PMB.

O Professor e Doutor em Ciências Políticas Dimas E. Soares Ferreira fala sobre o pacote de ajustes do governo federal e levanta a questão: Responsabilidade Fiscal ou Responsabilidade Social?

 

Mulheres terão direito de descer do ônibus fora do ponto após as 22 horas. Empresa do transporte urbano tem até 50 dias para se adequar à nova regra. Projeto de lei que originou a lei é de autoria da vereadora Vânia Castro.

 

Entre os avanços garantidos pelo governo de Minas Gerais, o acordo também garante que os aposentados nas carreiras da educação básica vão ter os mesmos aumentos previstos para os servidores em atividade.

 

Em Belo Horizonte artistas, políticos e sociedade civil reagem contra o fechamento do Palácio da Liberdade à visitação pública e ao anúncio da Oi de abortar os investimentos no Circuito Cultural Praça da Liberdade. O deputado barbacenense Lafayette Andrada protocolou pedido de audiência pública para que a situação seja discutida com a população.

 

Segundo o jornal Estado de Minas, o prefeito licenciado Toninho Andrada e seu irmão Lafayette Andrada estariam insatisfeitos com o PSDB e pretendem deixar o partido. Lafayette nega veemente, e Toninho não se pronunciou a respeito. 

 

Redução da folha de pagamento, demissões, redução de convênios, redução de gastos com despesas como água, luz e telefone, redução de horas-extras, diárias de viagem. A ordem é economizar para que a Prefeitura se adeque à Lei de Responsabilidade Fiscal.

 

O evento proporciona momentos de troca de experiências e vivências para a produção dos espetáculos. Em Barbacena o encontro vai acontecer no dia 1º de Junho, às 17h, no Colégio Polivalente.

Programa "Consultório na Rua" tem feito a diferença em Barbacena. Desde o mês de março de 2014 uma equipe multidiscplinar trabalha pelas ruas da cidade atendendo mradores de rua e pessoas com problema o enfrentamento ao álcool e drogas. Conheça mais.

A Unimed preparou, com a ajuda da técnica de enfermagem Viviane Martins, algumas dicas sobre a vacinação contra a gripe que irão esclarecer as principais dúvidas do público. Conheça a importância da vacina e quem deverá ser imunizado.


 Dica de Saúde: Vacinação contra a gripe: importância e dúvidas frequentes

Viviane Martins

Téc. De Enfermagem

As estações do Outono/Inverno são mais propícias às infecções respiratórias na população, oriundas da epidemia sazonal da gripe. No entanto, outros agentes virais e bacterianos ocorrem em simultâneo com a gripe. A incidência elevada da gripe na população em geral, atua como um impacto importante na saúde que se reflete na incidência de doenças graves, sobre tudo pneumonias bacterianas secundárias, contribui ainda, com o aumento dos internamentos, e na mortalidade.

Como medidas de controle e prevenção, o Ministério da Saúde inicia em quatro de maio a campanha de vacinação contra o vírus da gripe (H1N1). Dentre a população, tem preferência para receber a vacina; idosos com 60 anos ou mais, crianças de seis meses a dois anos, indígenas, gestantes, pessoas privadas de liberdade e profissionais de saúde. Também receberão a vacina mulheres no período de até 45 dias após o parto e os doentes crônicos e transplantados, que terão o acesso ampliado a todos os postos de saúde. Veja quais são as dúvidas mais frequentes:

A vacina contra gripe imuniza contra resfriado? Não, pois o resfriado é diferente de gripe.

Há alguma contra-indicação da vacina? A vacina só não é recomendada para quem tem alergia à proteína do ovo – usada na sua fabricação.

Vou ficar gripado (a) após me vacinar? Não. A vacina contra a influenza (gripe) é inativada, contendo vírus mortos, fracionados ou em subunidades não podendo, portanto, causar gripe.

Porque nem todo mundo recebe a vacina gratuitamente? A vacina tem por objetivo evitar os casos graves e os óbitos, e não eliminar a transmissão do vírus. Por isso todos os países que usam essa vacina, segue a recomendação da Organização Mundial de Saúde de vacinar os grupos com maior vulnerabilidade para as complicações e os óbitos.

Quem se vacinou no ano passado, precisa se imunizar de novo? Sim, a imunidade dura de 6 a 12 meses. A composição da vacina e produção é anual, e pode mudar conforme os vírus que circulam no ano anterior.

Como ocorre a transmissão? O vírus é transmitido, principalmente por meio de tosse ou do espirro, pelo contato com secreções respiratórias de pessoas infectadas ao tocar superfícies contaminadas e depois levar a mão ao rosto.

Quais as medidas de proteção para a população não vacinada? Tomar alguns cuidados de higiene como: lavar bem e com frequência as mãos com água e sabão; evitar tocar os olhos, boca e nariz após contato com superfícies; não compartilhar objetos de uso pessoal e, ainda, cobrir a boca e o nariz com lenço descartável ao tossir ou espirrar.

 

Estudos demonstram que a vacinação pode reduzir entre 32% a 45% o número de hospitalizações por pneumonias e de 39% a 75% a mortalidade por complicações da influenza.

 


 

Referencias: Infecções respiratórias 2014/2015. Plano de prevenção e respostas para outono/inverno. Atualização em 17/12/2014. Direção geral da saúde. Ministério da saúde – Blog da Saúde - http://www.blog.saude.gov.br/

 

 

Evento acontece entre os dias 21 e 22 de Maio, no Independência Trade Hotel & Eventos, em Juiz de Fora


 

Juiz de Fora sediará o 11º Encontro de Hotelaria e Gastronomia Mineira da Zona da Mata

 

Juiz de Fora sediará nos dias 21 e 22 de maio o Encontro - Hotelaria e Gastronomia Mineira - Edição Zona da Mata, no Independência Trade Hotel & Eventos, promovido pela Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação – FBHA,  Sindicato de Hotéis, Restaurantes, Bares e Similares de Juiz de Fora – SHRBSJF, com apoio de várias entidade da cidade. O evento, que é regional, tem como objetivo estreitar o relacionamento do setor hoteleiro e de alimentação fora do lar com fornecedores, facilitando  a realização de novos negócios e contribuir para atualização e capacitação de profissionais, análise do cenário atual e as tendências do mercado. O Encontro possibilitará a cidade recepcionar empresários e profissionais do setor hoteleiro e alimentação fora do lar, operadores turísticos, agentes de viagens, jornalistas, fornecedores e estudantes da região de abrangência do SHRBSJF, As inscrições gratuitas e a programação podem ser feitas pelo site www.encontrohotel.com.br.

Sérgio Cardoso Ayres destaca a poesia beat do barbacenense Luiz Balthazar, que lançou dois novos fanzines no mês de agosto. Nas obras, todo o vigor da poesia que é um dos destaques de nossa literatura interiorana.


Luiz Balthazar

A poesia beat de um errante barbacenense

Por Sérgio Cardoso Ayres

Numa época de transmídia, quando a velocidade das informações derrota a qualidade do texto, em que as pessoas vivem conectadas com o sistema e nem percebem o quanto são conduzidas pela tecnologia das redes sociais, a velha e boa literatura da poesia beat continua a demonstrar o quanto nos cabe de rebeldia, de insociabilidade, de insatisfação e do anticonsumismo como formas de contestação de uma realidade. E se o seu suporte é o velho e rústico fanzine, então, sua força parece ser muito mais intensa e fragmentária, quando o círculo se fecha sobre si mesmo, em que a sintonia punk de não parar nas esquinas para não dar chance de ser localizado nos mostra que o mão-a-mão de suas páginas ainda mantém viva a desesperança do passado, o não crédito ao futuro e o presente como última circunstância do existencial.

O barbacenense Luiz Balthazar, reduto beat de nossa literatura interiorana, é o melhor exemplo de um gênero poético que expressa um estilo de vida em que a contracultura é uma reação que não envelheceu ao sistema, que não fica apenas na aparência ou no discurso. Arredio, recluso, errante, Balthazar construiu um universo poético em que referências como Kerouac e Ginsberg caminham por ruas sem saída do subúrbio de forma despreocupada. Com 68 anos, o poeta lançou em agosto dois novos fanzines que mostram o vigor de uma poesia em que a esperança já desceu do carro e que a garota que pegou carona acaba de acender um cigarro, virar de lado e abrir um sorriso quase que como um convite para um drink no próximo quilômetro.

 

 


 

Poemas dos fanzines “Orelha” e “Nas asas do poeta”

 

CENAS DE UM APARTAMENTO

No súbito gesto

de sonolência

mágoas dormidas

no sofá

e tic-tac

no relógio

 

 

CHATO

Dia chato.

Olhares tristes nas nuvens.

Hálito mentolado.

a hora

é de ratos

e gatos na praça.

 

ANGELICAL

Um poema meu?

Sinto muito.

Meu último poema

Criou asas,

Voou

Foi ser anjo.

 

(...)

Uma passageira emoção

de sentimento desarrumado

que não fica aqui,

sem abraço,

sobrevivente de perigos,

que lembra

tudo fora de lugar

e repete

o mesmo disfarce

de sorriso torcido

a cada dia.

 

GODARD

Ainda de madrugada

TV ligada

Um filme antigo.

Emocionado fiquei.

Então, terminei

de escrever o poema.

Duas horas

Fui dormir.

 

SERIA AMOR?

Me usou.

Me abusou.

Não me convenceu,

não me venceu.

Não retornei.

 

EROTISMO MALDITO

Maldita ilusão

de seios nus.

Maldita ilusão

de corpo vadio

que se prostitui.

Maldita ilusão

Desse orgasmo traidor.

 

 

POEMA PARA OS PASSOS

Passos visitam

o subúrbio desta cidade.

solidão de passos

pelas calçadas, pelas ruas,

pelas praças, pelos guetos,

pelos bares da vida, pelas esquinas,

pelos motéis, melancólicos,

boêmios.

Passos voltando

sozinhos para casa.

 

 

OBJETO

O amor

é uso

e abuso de camas.

O amor

é uma nota de cem dólares.

O amor

é um espelho.

 

 

OUTRO SONHADOR

Outro

sonhador idiota.

Outro

sonhador sem chão

Outro

sonhador no precipício

 

 

POEMA NU

Penumbra de sombras

ao amanhecer sem sol.

Miséria saída do submundo,

muda e contemplativa,

sonhando com ilusões

às cegas pelas ruas.

Uma canção de mortos.

 

 

 

 


 

Foto: Sérgio Cardoso Ayres

 

O poeta Luiz Balthasar: uma visão beat do universo literário

Com o objetivo de integrar os prestadores de serviço de saúde e gestores municipais da região com o sistema SUSFácil, a SRS de Barbacena vem realizando uma série de reuniões com os representantes da microrregiões que compõem a macro Centro-Sul.


 Regional de Barbacena promove reunião sobre SUSFácil para a micro São João Del Rei

Com o intuito de tratar da questão da comunicação e interação dos prestadores de serviços de saúde e dos gestores municipais com o sistema SUSFácil, a Superintendência Regional de Saúde (SRS) de Barbacena está promovendo reuniões com representantes das três microrregiões que compõem a macro Centro-Sul.

A primeira reunião ocorreu em 16/04 com a microrregião de Barbacena.  Na quinta-feira, 14/05, o Superintendente Regional de Saúde de Barbacena, Robson Vidigal, juntamente com as coordenadoras de Regulação e da Central de Regulação da regional e da Gerência Regional de Saúde de São João Del Rei, se reuniu com os gestores e prestadores da região para promover uma conversa que, de acordo com o superintendente, tem o objetivo de identificar os problemas que são enfrentados na regulação de leitos, tanto por parte dos serviços executados pelo estado, quanto pelos prestadores e gestores dos municípios, de modo a realizar um diagnóstico das regiões da macro.  “Nossa intenção é dialogar mais, saber o que está acontecendo. Hoje estamos realizando um diagnóstico para que possamos entender as dificuldades de todos os envolvidos e melhorar o fluxo do sistema SUSFácil”, afirmou o superintendente Robson Vidigal.

SUSFácil

O SUSFácil é um sistema operado nas Centrais de Regulação Assistencial, cujo objetivo é organizar e facilitar a transferência de pacientes graves atendidos pelo SAMU para os hospitais de referência. Esse sistema busca garantir a alternativa assistencial adequada frente às solicitações de utilização de leitos para procedimentos de urgência e emergência aos usuários dos municípios pertencentes a uma determinada área de abrangência, estabelecendo assim, protocolos assistenciais e operacionais padronizados e pactuados visando equidade no atendimento.

Na ocasião, a Coordenadora da Central de Regulação da macro Centro-Sul, Aparecida Bragança apresentou as legislações e questões éticas que embasam o funcionamento do processo de regulação assistencial de leitos, bem como as adversidades que são enfrentadas nos fluxos de trabalho que precisam ser discutidas para a melhoria dos serviços. De acordo com a mesma, que destacou o artigo 196° da Constituição Federal que reforça a questão que “a saúde é direito de todos e dever do Estado”, a realidade apresenta muitos problemas que são enfrentados nos hospitais e nos fluxos de encaminhamentos via SAMU e Central de Regulação, especialmente em atendimentos de urgência e emergência.

E também os desafios das constantes determinações de providências solicitadas pelo Ministério Público versus a dificuldade que muitas vezes são criadas pelos prestadores de serviços de saúde integrantes da rede de saúde pública referente às internações de pacientes que frequentemente não conseguem vagas em hospitais e unidades de saúde.

A Coordenadora Aparecida Bragança demonstrou também as responsabilidades dos estabelecimentos de saúde de origem e de destino dos pacientes que englobam questões como preenchimento correto dos dados de solicitação de internação ou transferência, prestação de informações solicitadas pelo médico regulador em tempo hábil, responsabilidade legal dos médicos, informações sobre a evolução clínica dos pacientes e seus registros de saída, e de que o estabelecimento de destino busque manter atualizado seu quadro de leitos e sempre confirme a chegada do paciente e as solicitações de reservas de leitos realizadas pela Central de Regulação macrorregional. A coordenadora destacou, ainda, os entraves detectados no processo regulatório da região de acordo com o diagnosticado pelos operadores da central. “O momento agora é de mais diálogo em que devemos parar de reclamar e buscar um planejamento estratégico em que devemos ver o que temos e onde queremos chegar com os recursos que temos”, destacou a coordenadora.

Em seguida, o superintendente Robson Vidigal, abriu a fala aos participantes para exporem  sobre as dificuldades e problemas enfrentados em relação ao sistema e fluxos de pacientes pelos representantes das instituições da região.

Um dos problemas levantados diz respeito aos municípios de gestão plena que contratam diretamente com os prestadores de saúde e não repassam as informações à SES-MG gerando, assim, um desencontro e não alinhamento de informações entre municípios e estado. Houve também o destaque a um dos grandes problemas do sistema público de saúde que é a dificuldade para contratação de médicos em número suficiente para os atendimentos, problema enfrentando especialmente na urgência e emergência.

De acordo com Robson, a proposta é que essas reuniões possibilitem o levantamento de um diagnóstico de toda a macrorregião de modo a ser posteriormente levado à Secretaria de Estado de Saúde (SES-MG) para que sejam propostas soluções e mudanças para a melhora dos fluxos de trabalho do SUSFácil, visando, desse modo, melhorar e garantir os atendimentos aos usuários do SUS.

 

Esse trabalho de diagnóstico terá continuidade na próxima reunião que a SRS/Barbacena promoverá junto aos prestadores e gestores da microrregião de Congonhas/Conselheiro Lafaiete, que está prevista para acontecer dia 21 de maio.

Publicidade Unimed
Publicidade

Clima

Barbacena Brazil Dia parc. coberto, 17 °C
Current Conditions
Nascer do Sol: 6:22 am   |   Pôr do Sol: 5:22 pm
77%     12.9 km/h     1.011 atm
Forecast
QUA Mínima: 13 °C Máxima: 24 °C
QUI Mínima: 15 °C Máxima: 24 °C
SEX Mínima: 12 °C Máxima: 21 °C
SAB Mínima: 13 °C Máxima: 22 °C
DOM Mínima: 15 °C Máxima: 24 °C

Veja aqui

Grid List

O evento proporciona momentos de troca de experiências e vivências para a produção dos espetáculos. Em Barbacena o encontro vai acontecer no dia 1º de Junho, às 17h, no Colégio Polivalente.

Confira aqui as vagas de trabalho disponíveis no SINE Barbacena, nesta terça-feira, dia 26 de Maio. Os salários variam de R$788, a R$4.344, e os interessados deverão procurar o Sine munidos de documentos, currículo e Carteira de Trabalho.

O Ten-Cel. Clóvis Pimenta, Comandante do 9º Batalhão de Polícia Militar de Minas Gerais foi homenageado pela EPCAR com a Comenda da "Ordem da Nascente do Poder Aéreo", no grau "Amigo da EPCAR.

 

Veículo Logus de Rio Cima perde o controle, bate em paredão de pedras e é arremessado de volta na estrada. Carreta Mercedez-Benz que trafegava pelo local não conseguiu evitar a colisão. Motorista do Logus,  Gilmar Alexandrino, de 48 anos, morreu na hora.

Publicidade Gloria
Divlgue
Publicidade

Enquete +

Que show você quer assistir em Barbacena?